A Toshiba apresentou, em Lisboa, uma série de novos portáteis, entre equipamentos dirigidos ao mercado de consumo e aos profissionais de empresas. As novidades incluem, além dos portáteis ditos tradicionais, três ultrabooks, um deles classificado como o primeiro ultrabook especificamente para o segmento empresarial e outro equipado com um ecrã 21:9, a pensar nos consumidores assíduos de conteúdos multimédia.

As máquinas anunciadas agora vêm completar o extenso leque de lançamentos feitos em abril, trazendo para o mercado mais equipamentos com a nova geração de processadores Ivy Bridge Core i3 e i5, da Intel, explicou a fabricante. A marca introduz também os seus primeiros PCs com os processadores Ivy Bridge VPro, anunciados em maio.

Os Core VPro i5 e i7 apresentam-se como a mais recente aposta da Intel em matéria de plataformas de processamento dirigidas a computadores empresariais. Prometem maior segurança e desempenho em máquinas para profissionais integrados em organizações e com necessidade de acesso remoto aos equipamentos em rede empresarial.

Para o mercado empresarial

Uma das máquinas equipadas com os novos VPro é o Portégé Z930, apresentado pela Toshiba como "o primeiro Ultrabook profissional do mercado". O equipamento, que substitui o Z830, vem, tal como os restantes modelos da linha empresarial da marca, dotado de uma série de funcionalidades a pensar nos profissionais inseridos em organizações, que se refletem ao nível da segurança, conectividade e fiabilidade.

[caption][/caption]

Apesar de respeitar as especificações da Intel para o novo segmento dos Ultrabooks - com ecrã de 13,3 polegadas, 1,1 Kg e 15 milímetros de espessura - garante a integração de portas HDMI, VGA, USB (3.0 e 2.0) e LAN de tamanho normal, assim como leitor de cartões SD.

Em matéria de conectividade, uma das principais apostas da marca vai para a integração da tecnologia de transmissão de dados sem fios Wireless Display (WiDi), da Intel, que a Toshiba está a levar também para as suas televisões. A solução, agora na versão 3.2, permite a transferência direta de conteúdos Full HD e 3D entre dois equipamentos quase sem delay.

Pode também contar com placa 3G - como, de resto, acontece com todos os restantes equipamentos da linha Portégé apresentados esta quarta-feira.

A bateria é suficiente para 8 horas de utilização e o equipamento arranca em 13 segundos, graças à tecnologia Intel Rapid Start, destinada a ultrabooks Intel, com discos SSD - que neste caso podem ir até aos 256 GB. A memória RAM, a escolher pelo cliente, pode ser de até 12 GB. Equipado com a versão Profissional do Windows 7, o Z930 (que também estará disponível numa versão para o mercado de consumo, com Windows 7 Home Premium) vai custar entre 1.290 euros e 1.890 euros. Começa a ser comercializado em Portugal no início de julho.

Ainda destinados aos profissionais de empresas, foram apresentados o Portégé R930 e os Tecra R840 (de 14 polegadas e 1,9 Kg) e Tecra R850 (com 15 polegadas e 2,4 Kg).

[caption][/caption]

Vocacionado também para utilizadores com maior necessidade de mobilidade, com o seu ecrã de 13,3 polegadas e 1,5 Kg de peso, o Portégé R930 assegura até 9 horas de autonomia e pode vir equipado com processadores VPro i3, i5 ou i7. A memória RAM pode ir até 16 GB e os preços, que começam nos 990 euros, até aos 1.290 euros.

Já os Tecra R940 e R950, apesar de portáteis, são categorizados como "uma boa opção para trabalhadores fixos", sendo colocada particular enfase no desempenho e nas dimensões mais generosas dos ecrãs - de 14 polegadas e 15,6 polegadas.

Disponíveis também com diferentes configurações em matéria de processadores (i3, i5, i7), memórias, resolução do ecrã (normal ou superior) e mesmo autonomia da bateria (que pode ser de 9 ou 12 horas), garantem todas as opções de conectividade acima referidas para os restantes equipamentos destinados ao segmento empresarial e várias funcionalidades de segurança - como o leitor de impressões digitais ou encriptação automática de dados.

[caption]Tecra 940[/caption]

Os preços variam entre os 890 euros e os 1.290 euros.

Para o mercado de consumo

Entre os equipamentos apresentados com destino ao mercado de consumo estão dois portáteis Satellite L (com ecrãs de 13,3 polegadas e 15,6 polegadas), que já começaram a chegar às lojas, e dois ultrabooks, um deles num formato que não será propriamente aquilo que estaríamos à espera de encontrar quando pensamos nos ultraportáteis que temos visto chegar ao mercado.

Falamos de um equipamento com que a fabricante descreve como "um Qosmio dentro de um Ultabook". Ou seja, o objetivo foi dotar o computador ultraportátil das capacidades multimédia habitualmente reservadas à linha Qosmio, mais vocacionada para gamers e consumidores de conteúdos de entretenimento, como filmes e música.

Denominado Satellite U840W (o W é de Wide), vem equipado com um ecrã de 14,4 polegadas 21:9 (para evitar as aborrecidas barras pretas no topo e base do ecrã quando se veem filmes otimizados para wide screen), com uma resolução de 1792x768 e incorpora colunas Harman/KArdon e SRS Premium Sound 3D.

[caption]Satellite U840W[/caption]

O modelo, equipado com processador Core i5, memória RAM até 10 GB (2 GB on board + 8 GB auxiliares), pesa 1,57 Kg e tem 20,8 milímetros de espessura, mas não deixa de assegurar 9 horas de autonomia.

Mais convencional será o Satellite U840, um ultrabook com ecrã de 14 polegadas, 19,9 milímetros de espessura e 1,59 Kg de peso. Todas as portas incluídas são de tamanho standard e conta também com tecnologia de som SRS Premium Sound 3D. A bateria dá para 9 horas.

[caption]Satellite U840[/caption]

O preço destes ultrabooks só deverá ser conhecido quando chegarem ao mercado, em julho.

[caption]Satellite L830[/caption]

Os portáteis Satellite L830 e L850, embora não se enquadrem nas especificações previstas para os ultraportáteis apresentam-se também como equipamentos com uma forte componente de mobilidade, principalmente o primeiro, que vem equipado com um ecrã (TrueBrite HD) de 13,3 polegadas.

As principais diferenças estarão nos processadores (Core i5, mas não os ULV, especialmente dedicados aos Ultrabooks) e nos discos, que são HDD (até 640 GB), ao invés de SSD. As memórias RAM incluídas podem ir até 16 GB. O L830 está disponível em branco pérola ou preto, por 799 euros.

[caption]Satellite L850[/caption]

O Satellite L850 estará disponível nas mesmas duas cores, mas custa menos 100 euros. O ecrã incluído também é TruBrite HD, mas de 15,6 polegadas e o processador é igualmente core i5 (i5-3210M e não i5-3317U, como acontece com o modelo anterior). Neste caso, o disco rígido é de 500 GB.

Nota de redação: Corrigida uma gralha no detalhe da RAM do Portégé Z930.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Joana M. Fernandes

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.