A resposta parece simples, à primeira vista, mas não deixa de ser verdade que vários gadgets são hoje novidade na hora de fazer a mala – um drone, por exemplo, é algo que há muito pouco tempo não nos passaria sequer pela cabeça podermos colocar na bagagem antes de irmos de férias.

Tirando este e outros equipamentos menos convencionais, por assim dizer, temos de admitir que a tecnologia que nos acompanha em viagem tem evoluído bastante, desde os auscultadores com supressão de ruído ativa (para colocarmos em segundo plano o barulho do avião ou do comboio…) até ao próprio smartphone, hoje recheado de apps móveis que têm como principal missão ajudarmos durante uma viagem.

Mas, além de sabermos que são muitos os equipamentos que normalmente levamos connosco neste tipo de deslocações, é certo também que existem alguns cuidados a ter na hora de transportar tecnologia em viagem.

Em primeiro lugar, é quase dispensável mencionarmos que cada um dos gadgets incluídos na galeria de sugestões acima deve viajar bem acomodado e instalado dentro da sua mala de viagem. Tirando alguns exemplos mais robustos (como smartphones ou câmaras digitais “todo o terreno”), quase todos os equipamentos tecnológicos são mais sensíveis do que a maior parte dos itens que arrumamos dentro da mala.

Por isso, e especialmente se for viajar de avião, de preferência deve utilizar as caixas/bolsas próprias de cada equipamento, ou outro equivalente e eficiente nesse sentido. Se enviar malas para o porão do avião ou para compartimentos de bagagem num comboio, evite colocar os seus gadgets nesses volumes. Leve-os consigo na cabine e junto a si sempre que possível.

Por outro lado – e também esta é uma situação mais pertinente num avião –, lembre-se que existem restrições no transporte de tecnologia e que precisará sempre de mostrar os equipamentos em causa aquando do controlo de segurança no aeroporto. Da mesma forma, caso esteja a transportar um drone, esteja informado acerca das regras e leis de utilização deste tipo de câmaras voadoras nos países de destino.

Durante a viagem, para que possa trabalhar ou aproveitar as férias em pleno na companhia dos seus itens tecnológicos favoritos, mantenha-os em segurança perante olhares indiscretos. Não os perca de vista, reserve-os sempre que usar transportes públicos, por exemplo, e evite deixá-los no hotel durante a sua ausência. Todo o cuidado é pouco, visto que se trata quase sempre de algo valioso.

Percorra a galeria: estes são cinco tipos de dispositivos eletrónicos que combinam na perfeição com uma viagem dentro de Portugal ou para o estrangeiro. Se ainda não os tem a todos na coleção, nem sabe o que está a perder…

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.