Os modelos que escolhemos têm ecrãs com diagonais entre as 55 e as 75 polegadas, plataformas Smart TV do mais avançado que existe hoje e o que não falta são tecnologias desenvolvidas pelas várias marcas para melhorar a qualidade de imagem e som, e interagir com outros equipamentos eletrónicos. Estão aqui as televisões 4K mais atrativas do momento, com preços correspondentes aos patamares médios-altos na oferta atual de televisores em Portugal.

Ao contrário do que seria normal, não vamos aqui listar e analisar todas essas tecnologias “ostentadas” pelas diferentes fabricantes para tentarem convencer o utilizador. Estas envolvem as "maravilhas" das imagens compatíveis com HDR, a sonoridade otimizada trazida pelos suportes/conteúdos Dolby Atmos no som e o modo eficaz como basta pressionar um botão dedicado no comando à distância para entrar na sua conta Netflix.

Vamos antes espreitar três “pormenores” que achamos que podem fazer a diferença na experiência efetiva do utilizador no momento – e em concreto a assistir às transmissões dos jogos de futebol deste verão –, ao mesmo tempo que são pontos transversais aos vários modelos que cada marca lançou recentemente.

E o primeiro elemento de destaque é o Modo Desporto. Entre os vários modos de visualização e/ou definição de imagem predefinidos, que vão desde os presets otimizados para filmes até aos que se portam melhor nos jogos, praticamente todos os televisores da galeria acima contam com este modo “especial” para transmissões desportivas. Som ambiente reforçado, vozes com mais nitidez de som, imagens e cores mais vivas, taxas de atualização do ecrã no máximo. A diferença nota-se e sente-se, e com uma vantagem: se não gostar destes modos desportivos predefinidos pode sempre desligá-los e configurar tudo a seu gosto.

Pro outro lado, uma outra tendência faz com que as várias plataformas de Smart TV do momento façam algo de que gostamos particularmente, e que também é já possível de encontrar no funcionamento das boxes de TV de alguns operadores: organizar e pesquisar conteúdos por palavras e termos-chave.

Ou seja, se escrever o nome do seu ator preferido de Hollywood na pesquisa, o sistema devolve-lhe uma listagem de conteúdos em que esse artista está presente. E aqui estão incluídos filmes e séries do seu operador de TV, os mesmos conteúdos em serviços com o Netflix e até vídeos no YouTube. Depois cabe ao utilizador filtrar estas possibilidades através das opções disponíveis. Prático.

Por fim, um pormenor de design que nem todos os modelos de TV apresentam: o cabo único que liga ao ecrã propriamente dito. Algumas marcas mostram esta características em modelos em particular – há uma box em separado face ao ecrã, que centraliza todas as ligações e recursos de hardware. Depois, dessa box para o ecrã sai apenas um cabo (de fibra ótica, à partida), fino e o mais “invisível” possível, que centraliza todas as necessidades de ligação, incluindo a energia elétrica e a transferência de som e imagem via HDMI.

E os conteúdos 4K?

Fácil. Além de todo o conjunto de serviços de séries e filmes pagos com o Netflix, por exemplo, e também dos packs 4K que os vários operadores de TV já estão a disponibilizar, o que nos interessa neste contexto são os jogos de futebol do Mundial Rússia 2018, certo? Afinal de contas, são estes conteúdos que o seu novo televisor 4K mais irá reproduzir durante as próximas semanas.

Imagens em 4K? Conheça os conteúdos e equipamentos para poder desfrutar da maior qualidade
Imagens em 4K? Conheça os conteúdos e equipamentos para poder desfrutar da maior qualidade
Ver artigo

Nesse sentido, está confirmado que os jogos que serão transmitidos em “sinal aberto” pela RTP estarão todos disponíveis em 4K HDR na posição 401 da sua box. De acordo com um comunicado emitido pela própria estação pública, são 28 os jogos em causa, com início no jogo inaugural de dia 14 de junho e fim com o jogo final, a 15 de julho. Por outro lado, os canais desportivos pagos Sport TV vão transmitir em 4K todos os jogos do Mundial de Futebol 2018.

Tenha atenção, no entanto, a um ponto importante: se o seu serviço de TV não estiver baseado num pack 4K, a resolução efetiva não será o Ultra HD de forma efetiva, mesmo que a sua TV suporte este nível de definição. E os packs 4K dos vários operadores são os que implicam as mensalidades mais elevadas nos respetivos portfólios, como sabemos.

Por fim, deixamos um outro alerta: estes são os modelos topo de gama de cada uma das marcas com maior expressão no segmento dos televisores em Portugal. Se procura um modelo mais acessível em termos de preço e com características não tão avançadas, há todo um rol de opções disponíveis nas lojas da especialidade, físicas e online. Pondere a escolha e ajuste-a às suas necessidades de entretenimento domésticas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.