A ferramenta gráfica nascida na Austrália acaba de ver a sua avaliação atualizada para 6 mil milhões de dólares - quase o dobro face aos 3,2 mil milhões de dólares que mantinha -, por ter conseguido uma ronda de financiamento de 60 milhões.

A Canva é atualmente usada por mais de 30 milhões de pessoas todos os meses na criação de logos, banners, cartazes, flyers, gráficos, vídeos e outros conteúdos “imagéticos”, e que também inclui a edição de fotografias, para apresentações escolares ou profissionais, redes sociais, campanhas de marketing, etc.

Lançada em 2013, a plataforma, que está disponível via browser ou na forma de aplicação móvel, opera com base no chamado freemium model, com várias opções de acesso gratuito – em número bastante considerável, diga-se de passagem – e outras de acesso pago.

tek site do dia Canva

A interface é superintuitiva e fácil de utilizar, independentemente do nível de conhecimentos de design que a pessoa tenha: “basta saber arrastar e soltar”, garantem os criadores da plataforma online.

Para começar a usar a Canva via site, basta registar-se com a conta do Facebook ou da Google ou usar um endereço de email.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.