O projeto Dollar Street quer mostrar isso mesmo, documentando a vida, as aspirações e os artigos preferidos e desejados de 264 famílias em 50 países. São mais de 30 mil fotografias, organizadas no site por áreas, e por uma lógica de "rua", em que o rendimento determina a localização das casas.

Anna Rosling Rönnlund, a autora do projecto, explica que nas notícias as pessoas de outras culturas parecem mais estranhas do que são na realidade, e por isso o Dollar Street quer mostrar a realidade por dentro.

Este foi o ponto de partida da ideia aplicada por uma fundação sueca, a Gapminder, que desta forma quer ir além dos gráficos habituais e dos powerpoints que mostram as diferenças de rendimento e de modo de vida.

Como são as casas, que tipo de objectos possuem as famílias, quais são as próximas intenções de compra, e quais são os sonhos destas pessoas, o que querem possuir? Tudo está documentado em fotografias, organizadas pêlos temas. E por isso pode ver as camas onde dormem as 264 famílias visitadas, as suas casas de banho, as bicicletas e os livros.

A lógica é muito voyeurista mas pode sempre clicar na fotografia e obter mais informação, desde a localização a realidades semelhantes.

Este é um site que vale a pena ver com calma e que merece ser revisitado sempre que quiser perceber melhor que o mundo e a forma como as pessoas vivem afinal ainda é muito diferente e com desequilíbrios difíceis de entender.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.