Investigadores da Universidade Macquarie na Austrália e da Academia de Ciências da China apresentaram um novo mapa 3D que mostra que a Via Láctea está a ser “torcida” pelas suas estrelas.

Os astrónomos dizem ter construído o mapa a partir de uma coleção de 1.339 cefeidas clássicas - estrelas jovens gigantes que podem ser centenas de milhares de vezes mais brilhantes que o sol.

O artigo, publicado na Nature Astronomy, detalha as análises conduzidas na observação das cefeidas e do seu “pulsar” ao longo do tempo. O novo mapa da Via Láctea foi feito a partir do cálculo da distância entre a Terra e as estrelas.

Com a ajuda das cefeidas, a pesquisa mostra que a Via Láctea não é bem um disco cósmico achatado numa forma próxima à de uma panqueca, mas antes mais semelhante a um S.

Pode ler um resumo do estudo a partir deste link.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.