Investigadores do MIT desenvolveram um sistema que lhes permite fabricar objetos tridimensionais a nanoescala em quase qualquer forma e que podem ser modelados em diferentes materiais, como metais, pontos quânticos e ADN.

“É uma forma de colocar quase qualquer tipo de material num padrão 3-D com uma precisão à nanoescala”, explica Edward Boyden, um dos responsáveis pela criação da técnica, num comunicado do MIT. Ou seja, “pega-se” numa estrutura que se pretenda modelar, coloca-se a “matéria prima” no “esqueleto” e encolhe-se, gerando uma milésima parte do seu volume original. O método desenvolvido está publicado na revista Science.

Prevê-se que estas pequenas estruturas possam vir a ter aplicações em vários campos, nomeadamente na medicina e na robótica.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.