A iniciativa está a ser apoiada pelo programa europeu de cooperação em ciência e tecnologia (COST) e já permitiu a ligação de 12 árvores, em quatro localizações, ao Twitter, através de contas que vão comunicando a evolução do crescimento e do transporte de água, monitorizando como é que três espécies diferentes estão a reagir às alterações ambientais.

As árvores não são (ainda) estrelas do Twitter, nem influenciadoras, e o número de seguidores da conta central da TreeWatchNet, e dos perfis individuais, é ainda pequeno, mas o projeto pode deixar a sua marca na consciência ambiental europeia.

O projeto é uma extensão da iniciativa desenvolvida em 2008 pelos mesmos cientistas da universidade de Wageningen, na Holanda, seguindo a ideia de que as árvores armazenam informação sobre o impacto das mudanças climatéricas, incluindo eventos extremos, nos anéis de crescimento.

As 12 árvores integradas no STReESS estão localizadas na Bélgica, Holanda e Alemanha mas o objetivo é estender esta rede na Europa, e até fora do espaço europeu.

Para além dos tweets sobre a situação das árvores, os dados são também apresentados de forma visual no site TreeWatch.

tek treewatch

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.