A segunda edição do GovTech alargou o prazo de seleção de seis protótipos finalistas, pelo júri e pelo público, até 13 de setembro. Lançado em março deste ano, o concurso de ideias lançado pelo Governo pretende selecionar projetos já em fase de protótipo que se enquadrem nos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável das Nações Unidas.

Para poder “investir” num projeto, é necessário criar uma conta no website através do Cartão de Cidadão ou então com uma Chave Móvel. Uma vez realizado este passo, o utilizador terá de ganhar badges, convidando, por exemplo, os amigos para a plataforma, pois estes vão determinar quantas moedas GovTech terá para investir nas suas iniciativas preferidas.

Para já, o projeto que conta com mais votos é o SIPP – Sistema Integrado de Informação Processual – proposto por Ernesto Sousa e António Costa, com um total de 132.421 de moedas virtuais investidas. Enquadrado na área de intervenção da “Paz, justiça e instituições eficazes”, o SIPP é um sistema informático que promete auxiliar membros do sistema judicial, desde polícias a juízes, a organizar, tratar e apresentar provas.

Depois do fecho das votações, segue-se a publicação dos seis protótipos finalistas, prevista para 16 de setembro e, ainda sem data marcada, o evento de apresentação onde serão eleitos os três vencedores.

Os interessados em investir nos projetos que se enquadram na solução de um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas podem fazê-lo no website do GovTech.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.