Esta é a lógica do Wiby, um motor de busca que assumiu a missão de indexar as páginas que foram criadas por académicos, techies e até lobbystas que nesta primeira fase da Internet foram os grandes criadores de conteúdos. Eram sites simples, mas os responsáveis pelo Wiby acreditam que eram mais completas do que a nova geração de websites que surgiu depois, e por isso querem mantê-as vivas.

Grande parte destes sites já não são indexados pelos grande motores de busca, sobretudo o Google que parece ter deixado de percorrer o histórico anterior a 2009, perdendo-se o acesso a estas "pérolas", muitas das quais não voltaram a ser atualizadas e estão já no canto da biblioteca da internet com mais pó e teias de aranha.

Com o Wiby pode voltar atrás no tempo e fazer uma pesquisa dos sites de antigamente. Ou simplesmente deixar-se surpreender e esperar que o site lhe apresente uma boa sugestão. E há muitas.

Se tiver alguma página ou blog ainda online que caiba nestes padrões pode sempre sugerir ao Wiby que a acolha na sua lista e há um formulário para submissão, mas têm de ser sites HTML simples, e de preferência não comerciais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.