O ano lectivo arrancou e com ele novas preocupações para os pais e para as crianças, que têm pela frente novos desafios de aprendizagem. Para os que iniciam agora o percurso escolar a ansiedade - de pais e filhos - é ainda maior, pela novidade que tudo representa.

Se o seu rebento está nesta fase e gostaria de o ajudar a aprender usando algumas alternativas aos materiais tradicionais, há algumas opções na Internet a que pode recorrer. Mais viradas para as letras ou para os números, encontram-se, quase sempre, na preocupação de permitir aprender a brincar.

Confira as sugestões que lhe deixamos a seguir, a pensar em pais que procuram soluções criativas para aguçar o interesse dos mais pequenos pelo conhecimento. Partimos do B,A,BA e passamos por várias outras alternativas, que não saindo do primeiro ciclo, já são direccionadas a um nível de conhecimento mais maduro.

O Plano de Nacional de Leitura é a porta de entrada para o Caminho das Letras. Agradável à vista, o site oferece algumas possibilidades para os mais novos, interessados numa viagem rumo ao conhecimento. Aqui estamos sempre no domínio das letras, como se pode antecipar.

[caption]Caminho das Letras[/caption]

O utilizador pode escolher entre criar uma personagem para fazer a tal viagem, visitar os planetas das letras - onde é possível conhecer os sons e as palavras formadas com cada letra - ou as constelações de grupos de letras. Também há uma área de livros digitais com histórias que podem ser lidas por quem visita o site, ou ouvidas e lidas pelo "narrador de serviço".

Para quem pretende ir directamente a esta área também tem forma mais directa de o fazer, saltando directamente para o catálogo e passando ao lado dos exercícios que ajudam quem está a aprender a ler.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Mais abrangente, no número de áreas focadas é a Escola da Malta onde a miudagem pode passar pelas aulas - do primeiro ao quarto ano, de Língua Portuguesa, Estudo do Meio e Matemática - e pelos ateliers, para libertar uma veia mais artística, depois de concluídos os exercícios. Com a graça e o apelo habitual à equipa "da Malta", a plataforma terá também em breve conteúdos para ajudar os mais novos a aprender inglês.

[caption]Escola da Malta[/caption]

Ainda mais completa mas paga é a Escola Virtual da Porto Editora. Tem materiais de estudo para todos os anos, desde o 1º ano do primeiro ciclo, até ao 12º ano. Através do Sapo Kids é possível experimentar o conceito e algumas das aulas preparadas para cada área, mas a versão integral tem acesso condicionado.

O Sapo Kids é aliás porta de entrada para outras ferramentas úteis. Entre no portal e escolha a área Escola no menu ilustrado que horizontalmente percorre toda a parte superior da homepage. Aí está na área dedicada aos conteúdos educativos com estas e outras sugestões.

[caption]IC[/caption]

Outros endereços a reter são o do Instituto Camões e da Ciência Viva. No Instituto Camões vai encontrar uma área dedicada a Aprender Português…a ler. A ideia desta zona online é disponibilizar um conjunto de recursos que permitam aos mais novos, através da língua, saber mais sobre a história e a cultura portuguesa. As propostas estão divididas por níveis. Está por exemplo disponível em formato digital as colecções já publicada com o Expresso: Era uma Vez um Rei ou A Aventura dos Descobrimentos. Associado às histórias estão exercícios. O utilizador pode testar os seus conhecimentos em relação ao D. Afonso Henriques e não só.

O Ciência Viva além da informação disponibilizada online é sobretudo uma boa pista para exposições e eventos relacionados com a ciência que se desenrolem pelo país. Vale a pena ter o endereço em agenda para programar um fim-de-semana mais virado às descobertas.

E porque as crianças estão cada vez mais na Internet e não é só para estudar e aprender convém fixar o endereço da Seguranet. No site estão disponíveis jogos que pretendem facilitar a aprendizagem de alguns conteúdos de segurança associados à utilização de serviços como o YouTube, email, redes sociais, etc. Para os mais pequenos há um conteúdo específico com uma linguagem mais adaptada e áreas de abordagem mais direccionadas.

[caption]Seguranet[/caption]

Fechamos com uma nota para as maiores editoras que também marcam presença com algumas propostas mais descontraídas para aprender brincando. O Sítio dos Miúdos da Porto Editora é um exemplo, através da área Brincar a Aprender, totalmente dedicada aos jogos educativos. Também pode espreitar o Júnior da Texto Editores.

Cristina A. Ferreira

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.