Numa altura em que tanto se discute - a discussão já vem aliás de há anos - sobre se os conteúdos úteis e com valor veiculados através da Internet devem ter um preço ou estar acessíveis ao consumidor sem custos e "fazer-se pagar" de outras formas, abordamos o tema. Não, a ideia não é fazer uma dissertação sobre o assunto, nem encaminhar ninguém para as borlas polémicas. Aquelas em que é fácil tropeçar, mesmo sem grande conhecimento técnico e que permitem fazer de graça, quase tudo o que se faz a pagar, no computador e na Internet.

A ideia é mesmo eleger um conjunto de sites que estão disponíveis de forma gratuita e que, mesmo que não tivessem grande sucesso num modelo pago, a sua existência nos moldes actuais faz poupar tempo, passar bons momentos ou organizar da melhor forma o tempo disponível. Ajudas que não têm preço….e ainda bem!

Marque a viagem com todos os detalhes previstos

[caption]TripAdvisory[/caption]
Antes de programar uma viagem não é bom poder saber se aquele hotel de três estrelas é uma opção segura ou se a intenção de poupar alguns euros lhe vai trazer dissabores? Quem melhor para esclarecer esta dúvida do que alguém que já lá esteve? É isso que pode encontrar no Trip Advisor. Comentários de mais de 15 milhões de viajantes de 190 países sobre hotéis, destinos, pacotes de viagens e tudo o mais que precise de saber para preparar as suas próximas férias. É muito provável que encontre diferentes opiniões ou sugestões para cada pesquisa mas não é isso mesmo que acontece na vida real? Pessoas diferentes têm perspectivas diferentes sobre cada tema? Ao utilizador cabe analisar e medir os pró e contras de cada sugestão.

Musicar um bom momento

[caption]Jamendo[/caption]
A música faz parte da vida e cada vez é mais fácil levá-la para todo o lado. Isto claro, se pensarmos no tamanho e no preço dos leitores de MP3 e esquecermos as restrições que ainda existem. De qualquer forma é preciso dizê-lo: ouvir música gratuita na Internet é cada vez menos sinal de ilegalidade. Multiplicam-se as plataformas que como o Jamendo só disponibilizam música protegida ao abrigo das licenças Creative Commons, o que significa luz verde para descarregar de forma gratuita os temas disponíveis.

Há também vários serviços a funcionar na lógica de jukebox, que permitem o acesso a música em streaming como o Spotify que tem sido muito elogiado pela qualidade do som disponibilizado. Ainda não está disponível em Portugal por isso pode ir experimentando o modelo numa outra alternativa, o Deezer.

Trabalhar no PC

[caption]OpenOffice[/caption]
As tarefas básicas que realizamos no PC passam quase sempre pela escrita ou edição de documentos, preparação de apresentações…acções que precisam de software de produtividade. Já existem várias alternativas ao Office, a mais usada e uma das que certamente causará poucos problemas a quem vem do Office, porque é fácil do utilizar e apresenta uma interface relativamente idêntica, é o OpenOffice.org. Também está disponível em português e inclui processador de texto, folha de cálculo, uma ferramenta para preparar apresentações e a generalidade de recursos oferecidos pelo Office.

Partilhar Vídeos

[caption]Vimeo[/caption]
Youtube é certamente o primeiro nome que pensamos quando o assunto é vídeos na Internet, mas como em quase tudo no ciberespaço…há alternativas. O Vimeo é sem dúvida uma das que deve conhecer. O projecto nasceu em 2004 e os primeiros utilizadores eram sobretudo profissionais à procura de um espaço para mostrar os seus trabalhos.
Tem crescido e hoje já soma 1,9 milhões de utilizadores, que diariamente colocam mais de 14 mil vídeos online. O serviço - que também já suporta vídeos em alta definição - gaba-se da qualidade dos conteúdos que mostra e deixa partilhar. Outra característica que salta à vista é o aspecto clean do site, que apresenta resultados de forma bastante organizada e fácil de visualizar pelo utilizador.

Entreter a criançada

[caption]Sapo Kids[/caption]
Esta não é uma tarefa fácil. Por muito que um site tenha para oferecer é sempre difícil entreter a miudagem com uma única actividade por muito tempo e por isso o ideal é escolher uma opção com várias propostas. O Sapo Kids é uma das opções que vale a pena ver, nesse sentido. Além de alojar alguns projectos nacionais como o Sítio dos Miúdos ou o Estrelas e Ouriços, onde é possível ter acesso a uma agenda de eventos e sugestões de actividades para realizar com crianças, tem também uma preciosa ligação ao MiniClip.
Ali há uma oferta de jogos tão diversa que consegue tirar qualquer criança da frente do canal Panda, pelo menos no intervalo do programa que estava a ver. Os mini clientes do Sapo Kids também podem explorar uma área de conteúdos desportivos, saber o que vai dar nos seus canais TV favoritos ou experimentar o Scratch, o programa desenvolvido pelo MIT para estimular o gosto dos mais novos pela programação, totalmente em português. Nesta vertente mais pedagógica há ainda um dicionário e uma área de explicações online para alunos do primeiro ciclo.

Brilhar no trabalho ou na escola

[caption]SlideShare[/caption]
Fazer uma apresentação nem sempre é fácil. Da mesma forma, também pode não ser pêra doce perceber rapidamente um conceito, um produto, uma teoria. No SlideShare é bem capaz de encontrar uma resposta. A plataforma é mais um caso de sucesso na Internet, já com 18 milhões de utilizadores. Permite carregar e partilhar apresentações em PowerPoint, OpenOffice ou PDF. Para encontrar o que procura pesquise nas secções. Também pode encontrar, ou carregar, apresentações em português.

Aprender sem sair de casa

[caption]Wikiversity[/caption]
Muitas universidades americanas disponibilizam boa parte dos recursos usados nos seus cursos, online e sem restrições de acesso. Em muitos casos são recursos de grande valor, como exposições de professores conceituados, por exemplo. Não têm valor em termos de grau, mas podem ajudar a descobrir mais ou actualizar conhecimentos em determinado tema, ou mesmo facilitar uma tese de mestrado, um trabalho universitário, etc.
Vale a pena ver os exemplos da Universidade de Carnegie Mellon ou do MIT (cuja plataforma também é usada no âmbito de uma parceria com a rede Universia, onde está a Universidade de Évora). Mas deixamos o destaque principal para a Wikiversity. O nome não engana. O projecto é da responsabilidade dos criadores da Wikipedia e tem como objectivo criar um repositório de conhecimento à disposição de qualquer um. Para quem frequenta o básico ou o secundário também vale a pena consultar o Resumos.net.

Muitas boas sugestões ficaram certamente de fora. Fico o apelo aos nossos leitores para que deixem mais moradas, daquelas que quando conhecemos acabamos sempre por lá voltar.

Nota de redacção: Foi corrigido o link para a página de Internet que, como um leitor já tinha dado nota, estava incorrecto.

Cristina A. Ferreira

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.