Os gadgets estão na moda. A informática tornou-se simples e acessível e deixou de estar reservada a um grupo restrito de utilizadores com conhecimento acima da média. Com mais ou menos justificação lógica, os smartphones passaram a circular nas mãos de qualquer tipo de utilizador: profissional ou não.



Ao mesmo tempo, os leitores de música transformaram-se em centrais de som e nasceram os tablets, que tanto são ferramentas de trabalho como acessórios, que ficam bem em quase todas as situações.



Perante tanto apelo, de funcionalidades e estilo, o número de utilizadores destes instrumentos tecnológicos continua a aumentar. Não é por isso estranho dar por si numa sala onde existem outros 10 iphones, acompanhados dos respetivos proprietários, ou participar numa conferência onde há mais 5 iPad e 3 Galaxy Tab.



Para quem não gosta da sensação, deixamos hoje um conjunto de sugestões para personalizar os seus gadgets. São soluções para kitar o tablet ou o smartphone capazes de lhe mudar tanto o aspeto que ficam irreconhecíveis à vista desarmada, ou não. Também contemplamos propostas mais sóbrias, para quem gosta de ser diferente… mas só um bocadinho.



Começamos pela Apple. De facto a marca da maçã sabe promover os seus produtos e transformá-los num culto. Goste-se ou não, há que reconhecer que a empresa sabe chamar a si negócio. O manancial de acessórios para os seus produtos que as lojas online vendem é um exemplo claríssimo. Na oferta assegurada por terceiros vai encontrar várias propostas para proteger e decorar o iPad, o iPhone ou o iPod. É só escolher.



Na verdade a loja online da Apple é apenas uma das moradas onde pode encontrar maior diversidade de opções a este nível dos acessórios. Nos principais retalhistas do mercado também encontrará opções - cada vez mais até - de alguns dos fabricantes mais dinâmicos deste negócio. Mas a variedade não é muita e deixa entender que os portugueses são pouco dados à cor e à animação nos seus gadgets, uma suspeita que baseamos no cinzentismo de muitas das propostas.



Falando das exceções, vale a pena destacar a Built. Online no site oficial pode ver os principais modelos da marca, que tal como a maioria da concorrência dispõe de propostas para os dispositivos mais procurados do mercado. No mesmo endereço pode consultar um revendedor da marca no mercado português.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Os preços da Built variam consoante os modelos, já o material é idêntico para todas as malas: é o neopreno, uma composição de borracha sintética. Na Pixmania, uma das lojas onde pode encontrar algumas propostas, as capas mais em conta custam 19,90 euros.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Na mesma loja pode encontrar um conjunto alargado de variações da Muvit, outra marca especializada em bolsas e capas para gadgets que chega ao mercado através dos principais retalhistas.

Nas linhas da Muvit tem opções sóbrias e discretas, com o claro objetivo de proteger os dispositivos de quedas e outros acidentes que possam ameaçar a saúde do hardware, mas também opções mais arrojadas e animadas.



O modelo que mostramos na imagem é uma capa e tem versões para vários dispositivos de diferentes marcas, do iPhone ao BlackBerry.



Diretamente nas lojas online das marcas que se dedicam à venda deste tipo de acessórios vai encontrar uma oferta mais rica de opções. Destacamos a More Thing. Aqui encontrará literalmente propostas para todos os gostos. A cor e a criatividade foram ingredientes em quase todas as opções que a marca coloca à venda. A qualidade dos produtos também é um argumento a favor da More Thing.

Além de outros materiais, a marca trabalha bastante a pele. A imagem que usamos é da coleção Cubic, uma das várias que pode encontrar para iPhone. A More Thing só tem propostas para iPhone, iPad, Macbook Air e Galaxy da Samsung. As capas da coleção Cubic custam a partir de 27 dólares.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Quando compra diretamente às lojas e estas não são portuguesas, como é o caso da More Thing, da Ultra Case ou da Case Crown - as duas de que vamos falar a seguir - é importante ter em conta os portes de envio. Caso tenha amigos a precisar de um look novo para o tablet ou para o smartphone, vale aliás a pena juntarem-se na compra. Assim só têm despesas com portes uma vez e podem ser repartidas.

Seguindo para mais uma sugestão, a loja da Case Crown é outro endereço internacional que vale a pena guardar nos favoritos, para quando sentir necessidade de mudar ao look ao seu gadget e não encontrar nada que o satisfaça nas lojas portuguesas. Fica é desde já um aviso: vale a pena visitar a loja online da Case Crown se não for um adepto da cor. Caso seja, as propostas acima e abaixo desta são mais interessantes para si. Os preços variam. No caso da capa azul com o Panda o preço base é de 29,95 dólares.



[caption]Nome da imagem[/caption]

E passamos às skins, capas finas que colam ao equipamento e que têm como objetivo principal a decoração do equipamento. A Ultra Case é uma das sugestões que deixamos a quem considera uma hipótese deste género. A oferta é muito diversificada e à medida de um leque alargado de dispositivos. Preços a partir dos 8 euros.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Na oferta doméstica, que é como quem diz nacional, destacamos a Colantes que personaliza os gadgets lá de casa da cozinha à sala, passando pelo quarto. Não acredita? Nem a Bimby escapa.

Aqui a personalização é mesmo coisa séria. O cliente pode escolher um desenho feito, ou criar o seu e dar indicações ao ínfimo pormenor. Mostramos dois exemplos criados pela Colantes, à venda na loja online da TMN com quem a marca tem uma parceria (Kola-T). As duas capas das imagens são para iPhone 4. Cada uma custa 7,5 euros.

[caption]Nome da imagem[/caption]

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Nota da Redação: Esta sugestão foi originalmente publicada em Novembro de 2011.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.