A luta pela sobrevivência é uma constante no mundo das tecnologias. São por isso muitos os duelos que têm sido travados entre os titãs do sector ao longo dos tempos. Recordamos alguns nos próximos parágrafos.

Solucionados:

Aquele que opôs o Betamax da Sony ao VHS da JVC é um dos mais simbólicos no que ao formato diz respeito. Iniciada no final dos anos 70, a “guerra” não chegou a ter um vencedor propriamente dito, já que as duas empresas acabaram por ter sucesso em segmentos diferentes (empresarial para o Betamax e doméstico para o VHS). Ambas viram “morrer” os seus formatos com a era do digital.

Alguns anos passados e a Sony via-se novamente envolvida numa batalha de formatos, mas se na vez anterior pode ter queixas relativamente ao resultado, na disputa pelo sucessor do DVD não terá nada a apontar, já que ao seu Blu-ray levou ganhou taxativamente ao HD DVD proposto pela Toshiba.

Nos anos 90 travar-se-ia a primeira grande batalha entre os browsers. Na altura o Netscape era rei – chegando a somar 70 por cento do mercado - e o Internet Explorer apenas, digamos, um principiante na arte de navegar a grande rede. O caso mudou de figura com a integração do IE no sistema operativo da gigante da informática e o total desinvestimento no seu concorrente após a compra pela AOL.

Pendentes:


E se há conflitos que estão mais do que resolvidos, outros existem que se prolongam indeterminadamente, e que teimam em não conhecer vencedores.

Permanecendo entre os browsers, hoje o IE domina as navegações, tendo no
Firefox o seu principal opositor, embora a batalha conte igualmente com outros intervenientes, como o Opera, o Safari ou, o elemento mais recente, Chrome.

No campo dos processadores, o mercado divide-se há muito entre a AMD e (com alguma vantagem) a Intel, num “conflito” saudável que parece estar para durar.

Já nos formatos para as comunicações móveis CDMA e GSM opõem-se, mas sem grandes conflitos, cada um com o seu território “demarcado”, embora se possa arriscar dizer que o segundo leva vantagem.

Num outro formato, desta feita para os televisores, LCD e Plasma travam batalha, cada um com diferentes prós e contras.

Ficaram para o fim os casos, digamos, mais emocionante. Comissão Europeia versus Microsoft (outra vez a gigante de Redmond): depois da avultada multa em 2004, a empresa fundada por Bill Gates continua a acumular acusações de monopólio. A mais recente diz respeito ao Internet Explorer.

A batalha que se desenrola entre a RIAA e o The Pirate Bay vai além dos intervenientes mais directos. Muitos (muitos mesmo) encaram-na como uma luta entre a indústria instalada e uma “causa”, entre um “passado” que não se quer renovar e um “futuro” que afinal já é “presente” e que quer ver mudado um modelo de negócio tornado obsoleto.

E se a luta entre as editoras discográficas e o peer-to-peer parece estar para durar o mesmo se pode dizer da rivalidade entre a (mais uma vez) gigante Microsoft e a surpreendente Apple. Há quem tome partido, há quem “vote” nas duas e há quem tente “desprezar” a importância de ambas, embora a última opção nos pareça verdadeiramente difícil…

Patrícia Calé

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.