Em fevereiro a Google anunciou algumas novidades para o Android 11 e este mês foram conhecidas mais funcionalidades do novo sistema operativo (SO), cuja primeira versão se destina aos criadores de aplicações. A versão oficial deveria ser apresentada na conferência Google I/O a 12 de maio, mas entretanto a gigante tecnológica acabou por cancelar o evento devido ao COVID-19. Ainda assim, na publicação a empresa garante que o SO deverá ser lançado no terceiro trimestre de 2020.

De acordo com a nova informação, o Android 11 vai permitir sincronizar os conteúdos das app ao keyboard do smartphone, ganhando animação, numa altura em que as apps e os jogos poderão estabelecer um rate para os frame para as janelas.

Quanto às atualizações de software programadas para a noite, existem também melhorias. Com o novo SO, o smartphone terá de se reiniciar de qualquer forma para a atualização ser aplicada mas não será necessário o telemóvel ser desbloqueado para que as aplicações e as mensagens "voltem" ao seu normal funcionamento.

Synchronized IME transition through insets animation listener Synchronized IME transition through insets animation listener

Nesta atualização, a Google garante ainda que este é a altura certa para os developers testarem as aplicações, com a fase do lançamento da versão beta do Android 11 a aproximar-se.

Timeline dos lançamentos do Android 11

Numa aposta na privacidade, uma das novidades já divulgadas no início do ano está relacionada com os acessos das aplicações. Com este novo SO, para além do acesso à localização, os utilizadores poderão também definir se as apps podem aceder de forma permanente ou temporário ao microfone, câmara ou a dados de localização. Caso seja concedida uma permissão única, a aplicação só terá acesso às informações durante a sua execução, perdendo-o assim que for encerrada. Para além disso, a Google garante atualizações nas formas de armazenamento melhoradas e que protegem os utilizadores.

Mais privacidade, suporte a 5G e “Chat Bubbles” entre as novidades anunciadas para o Android 11
Mais privacidade, suporte a 5G e “Chat Bubbles” entre as novidades anunciadas para o Android 11
Ver artigo

No que toca ao 5G, e tal como já tinha sido anunciado, o Android 11 permitirá aos utilizadores fazer, por exemplo, transmissões em direto em 4K, jogar videojogos móveis online com assets mais “pesados” ou visualizar experiências de navegação imersiva em realidade aumentada em aplicações como o Google Maps. A Google afirma que o suporte a redes móveis de quinta geração abre todo um novo leque de possibilidades para os programadores.

Além das formas de visualização adaptadas a novos tipos de ecrã, poderão chegar também novidades como “Chat Bubbles” visíveis quando outras aplicações estão a ser utilizadas e a possibilidade de inserir imagens nas respostas às notificações. Na "calha" poderá estar também uma ferramenta nativa de gravação do ecrã, assim como uma funcionalidade que poderá ativar o dark mode consoante a altura do dia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.