O Android soma e segue também no mercado dos tablets. Durante o segundo trimestre do ano o sistema operativo da Google conseguiu atingir uma quota de mercado de 67%, deixando o iOS da Apple a quase 40 pontos percentuais de distância. Os iPad - que são os representantes únicos da marca da maçã nesta análise - atingiram uma taxa de vendas de 28,3%.

O fosso que se cavou entre os dois sistemas operativos mais populares para tablets é o principal destaque do relatório da Strategy Analytics para o período de tempo entre abril e junho. Dos 51,7 milhões de tablets vendidos no segundo trimestre do ano, 34,6 milhões estavam equipados com Android.

Um dos analistas da Strategy Analytics, Peter King, considera que houve um mau desempenho dos iPad da Apple. O analista relembrou que em igual período do ano passado a tecnológica de Cupertino tinha lançado o iPad Retina e que este ano não houve nenhum anúncio novo. Em contrapartida este ano existem dois modelos do iPad a serem comercializados, já que o Mini não existia há um ano.

No caso do Android o sucesso deve-se em grande parte ao crescimento da Samsung neste segmento e na ajuda dos Kindle Fire da Amazon.

[caption]SA[/caption]

O Windows consegue segurar a terceira posição nos sistemas operativos ao ter vendido 2,3 milhões de unidades em tablets e ao garantir 4,5% da quota de mercado. Estes dois valores representam um crescimento "explosivo" relativamente às 200 mil unidades vendidas em período homólogo.

O BlackBerry, graças ao Playbook, ainda consegue figurar na análise com cem mil unidades vendidas e uma quota de mercado de 0,2%.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.