A plataforma já está a ser desenvolvida há dois anos pela Samsung que pretende desta forma contrariar a ideia de que o Android não é um ambiente seguro para as soluções empresariais, apostando na privacidade e proteção de dados, mas também na separação entre o ambiente pessoal e profissional no telemóvel ou tablet.

A empresa tem uma equipa de desenvolvimento na Califórnia e outra na Coreia e tem vindo a trabalhar com vários parceiros para garantir a maior abrangência na proteção do hardware e das aplicações, mas também a integração com soluções de gestão de equipamentos (MDM). O objetivo é posicionar o Knox como uma plataforma end-to-end de segurança que permita às empresas implementarem estratégias de BYOD (Bring Your Own Device) com confiança e simplicidade.

A primeira apresentação do Knox foi feita em 2013 no Mobile World Congress e este ano a Samsung mostrou em Barcelona a versão 2.0, que foi agora apresentada em Portugal numa conferência realizada no Pavilhão do Conhecimento.
Desde que ficou disponível comercialmente, em outubro do ano passado, o Knox conta já com mais de um milhão de utilizadores ativos, e o objetivo é alargar este número com a utilização da solução em dispositivos Samsung mas também em equipamentos de outros fabricantes.

Sérgio Ferreira, responsável pela área de negócio B2B da Samsung, explica que a aposta da empresa nesta área segue a estratégia definida para o mercado empresarial. “O Samsung KNOX é a nossa resposta às exigências crescentes das empresas nesta área em termos de segurança da informação, e resulta do conhecimento adquirido pela Samsung junto dos seus parceiros e clientes, a cujas necessidades estamos sempre atentos”.

Durante a conferência Jesús Ferreira, da Samsung Spain R&D detalhou o percurso de desenvolvimento do Knox e também as características técnicas da solução e a definição de uma gama vasta de políticas de segurança para as empresas, assim como a tecnologia de container que permite a separação clara das comunicações e aplicações no ambiente empresarial e pessoal.

Entre as funcionalidades conta-se a validação de certificados numa TrustZone para smart cards, ambiente protegido por chaves cifradas, proteção em tempo real e validação da integridade do sistema, autenticação biométrica de dois fatores com verificação da impressão digital e password e o suporte a VPN.

A solução vem pré-instalada no Samsung Galaxy S5 mas a nova versão vai estar também disponível em breve para o S4, embora exija o upgrade para o Android KitKat.

João Paulo Cabecinha, da direção de gestão de produto e pré-venda da PT, adiantou na conferência que a Portugal Telecom vai integrar o Samsung Knox nas suas ofertas comerciais mas também internamente, nas equipas de vendas da empresa que já têm aplicações em equipamentos móveis.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.