O movimento liberta os clientes empresariais da marca que asseguram serviços de gestão remota de email da necessidade de um BlackBerry Enterprise Server (BES), podendo diminuir os custos associados à opção por um equipamento da marca.



A medida é vista como mais um passo numa estratégia que tem como grande objetivo reaproximar os clientes da marca e facilitar a vida a potenciais novos clientes. Na mesma linha a empresa já tinha passado a permitir que o seu BES assegurasse a gestão de dispositivos com Android ou iOS, agora passa a permitir que a gestão do serviço de correio possa ser assegurada por terceiros.



Na mesma comunicação empresa revelou já alguns nomes de empresas alegadamente interessadas em marcarem uma posição neste domínio e prestarem o serviço. Incluem-se nesta lista a IBM, a SAP ou a Citrix, que já têm serviços de gestão de dispositivos móveis.



No final do primeiro trimestre a mais recente versão do sistema operativo da BlackBerry corria em 1,1 milhões de equipamento. As vendas de equipamentos ficaram-se no mesmo período pelos 3,4 milhões de unidades, muito longe dos números da concorrência.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.