O ano arranca com mais uma seleção de aplicações para instalar no seu smartphone. Verifique como a Huawei pretende ajudar os cegos a compreender as emoções faciais através de sons. Ou como é possível escrever frases em texto através de abreviações.

Há ainda novidades para o Snapchat para brincar com os animais, e um modo de segurança para os telemóveis para tornar as viagens de automóvel mais seguras.

Estas são apenas algumas das aplicações que reunimos para si. Divirta-se.

Aplicação Don’t Touch My Phone quer pôr o seu telefone a salvo das más intenções

O aviso é deixado logo no nome escolhido para a app, que traduzido será algo como “Não toque no meu telefone”. E é melhor que isso não aconteça, senão…

O objetivo da Don’t Touch My Phone é avisar os donos do telefone que alguém lhe mexeu indevidamente. E isso pode acontecer em caso de roubo e noutras situações em que não era suposto, por exemplo quando se relaciona com pessoas mais “curiosas” ou quando há crianças por perto.

O funcionamento desta app é muito simples. Há um alarme sonoro tudo menos discreto para duas configurações possíveis: desligarem o telefone da corrente e mexerem-lhe ou pegarem-lhe.

Pode escolher um dos sons de alarme que vêm com a aplicação ou de entre os ficheiros áudio que estejam guardados no seu telefone.

A Don’t Touch My Phone é gratuita, mas prepare-se para enfrentar muita publicidade sempre que lhe mexer. Está disponível para dispositivos Android.

Torne as viagens mais seguras ativando o “Modo carro” no smartphone

As fabricantes de smartphones estão a introduzir funcionalidades para diminuir a sinistralidade nas estradas com origem em distrações com os dispositivos. Mas é preciso configurar as apps dos sistemas. 

Apesar das multas pesadas e a consciencialização do perigo que é mexer nos telemóveis enquanto se conduz, as pessoas continuam a ser distraídas com notificações de mensagens ou mesmo chamadas telefónicas. Prometendo contribuir para a redução dos sinistros nas estradas devido ao uso dos smartphones, as fabricantes começam a introduzir funcionalidades para diminuir a necessidade de interação com os dispositivos durante as viagens.

O chamado “modo carro” permite bloquear chamadas, assim como mensagens ou notificações, mas não impede o pedido de ajuda em casos de emergência. O jornal espanhol ABC refere que os sistemas ainda não estão disponíveis nativamente nos dispositivos e mesmo o seu acesso não é intuitivo, e por isso pode passar ao lado de muitos utilizadores. No caso dos dispositivos Android, é necessário fazer o download da aplicação Car Mode, sendo necessário criar uma conta de utilizador, configurar a voz e a conexão entre o smartphone e automóvel via Bluetooth. Uma vez ativa, a aplicação bloqueia todos os recursos do smartphone, exceto a música e os sistemas de navegação.

Já nos dispositivos da Apple, a funcionalidade já se encontra disponível desde o sistema iOS 11, para todos os iPhone compatíveis. Ainda assim, segundo adianta a publicação, também não é fácil ativar. Para tal terá de ir ao menu “configurações”, “não perturbe” e ativar, optando pela opção automático para o iPhone detetar o sistema de Bluetooth do carro. Existem outras opções que pode definir no menu de configurações, incluindo de quem pode receber mensagens, caso as defina com a opção “urgente” ou respostas automáticas a avisar que está a conduzir e que irá responder mais tarde.

Typing Hero: Poupe nos carateres, mas não nas palavras

Comece o ano a otimizar o seu tempo, neste caso a escrever mensagens. Esta app "alargadora de texto" ajuda-o.

Em vez de escrever frases inteiras, a Typing Hero ⚡ Text Expander permite definir comandos de poucas letras - as chamadas keywords - em sua substituição. Desta forma, aquelas mensagens que repetimos várias vezes por dia serão praticamente instantâneas.

Há alguns conselhos: não usar palavras propriamente ditas como keywords, para evitar confusões quando quer realmente utilizar aquela palavra; começar por uma letra de fácil alcance no teclado; fazer keywords pequenas.

Os promotores da aplicação dão alguns exemplos (em inglês) como quando o utilizador tem de escrever a sua morada de casa. Neste caso bastaria estipular que uma determinada combinação de letras, como "zadr", a substitui - o "Z" de fácil alcance no teclado e o contexto relativo a "adress".

Mas há também "zgm" para "Good morning!" ou "zgn" para "Good night!", qualquer coisa que adaptado para português poderia ficar "zbd" ou "zbn".

A Typing Hero ⚡ Text Expander é gratuita e está disponível para Android.

Depois dos gatos, Snapchat passa a reconhecer cães. E há "enfeites" especiais

Já havia quem usasse lentes “humanas”, mas os resultados nem sempre eram os melhores. E depois dos “felinos”, são agora os fiéis amigos de quatro patas que ganham lentes só para si.

Como lembrava uma publicação internacional a dar a notícia, tudo começou com a criação de lentes que punham orelhas, nariz e língua de cão em humanos, mas desta vez são os próprios dos bichos que ganham “enfeites especiais”.

A aplicação reconheceu primeiro os gatos, uma possibilidade anunciada em outubro, e a partir de agora passa a reconhecer igualmente cães, disponibilizando “adereços” específicos para os fiéis amigos de quatro patas.

Não faltam óculos de vários modelos, assim como pizzas, borboletas ou ossos "dançantes" no pensamento, como a Snap Inc. mostra num pequeno vídeo.  Todos adaptáveis aos diferentes tipos de focinho de cão.

As novas opções foram lançadas a 24 de dezembro e, ao que tudo indica, haverá mais filtros “caninos” divertidos para oferecer em breve.

App da Huawei ajuda cegos a compreenderem emoções faciais

A aplicação "traduz" a linguagem facial do interlocutor em sons aos utilizadores cegos.

A linguagem corporal faz parte da comunicação entre as pessoas, mas vai deixar de passar ao lado dos cegos graças a uma nova aplicação criada pela Huawei, disponível para os dispositivos Mate 20 Pro. A app Facing Emotions traduz em sons as expressões faciais, permitindo às pessoas cegas sentirem as emoções das pessoas com quem conversam.

A aplicação foi criada em parceria com a Associação Polaca de Cegos, e utiliza a inteligência artificial para interpretar e reproduzir com sons, as expressões corporais dos intervenientes. Na prática, as câmaras traseiras do smartphone captam os movimentos, a IA traduz e devolve os sons em tempo real e sem recorrer ao qualquer base de dados online.

Segundo é explicado, o Facing Emotions consegue captar as sete emoções principais do rosto humano, traduzindo-os em sete sons distintos, oferecendo uma experiência mais rica durante a comunicação. O sistema utiliza machine learning para identificar os movimentos das sobrancelhas, nariz, boca e olhos das pessoas, assim como a conjugação da sua posição durante as respetivas emoções. Entre elas, a felicidade, tristeza, surpresa, desprezo, repugnância, medo ou raiva são as expressões principais captadas pela aplicação.

A aplicação é gratuita e encontra-se disponível na versão Android.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.