John Hanke escreveu uma publicação referente aos problemas experienciados no Pokémon Go Fest em Chicago, que levaram a que o responsável pela Niantic fosse vaiado no momento em que subiu ao palco. Foram muitos os jogadores que se deslocaram à cidade para participarem no evento e que se viram impedidos de iniciar a aplicação.

O diretor executivo pede desculpa pelos problemas que ocorreram e diz que a empresa está a tratar de investigar o sucedido para obter detalhes sobre o que pode ter corrido mal.  Hanke acrescenta ainda que não se tratou propriamente de uma falta de preparação por parte da Niantic, mas sim um congestionamento de dados com o qual as operadoras locais não conseguiram lidar.

Os problemas levaram a que os jogadores não conseguissem jogar durante várias horas e a Niantic afirma que, mesmo não assumindo a culpa, foi uma experiência que vai servir como aprendizagem.

"Problemas técnicos com o nosso software levaram o jogo a crashar e a provocar problemas aos que conseguiam iniciar o jogo. Os problemas dentro do jogo foram resolvidos com uma mudança na configuração dos servidores", lê-se na publicação onde Hanke acrescentou que "um problema mais prolongado foi causado pela saturação das redes móveis das operadoras que levou vários participantes a ficarem impossibilitados de se ligarem ao jogo ou a qualquer outro serviço".

Algumas operadoras tentaram dar a volta à situação ao recorrer a equipamentos móveis de transmissão de dados e a ligações por Wi-Fi mas, devido à grande quantidade de jogadores presentes no local, as soluções não foram suficientes para descongestionar as redes.

Apesar dos problemas experiênciados, Hanke mostra-se entusiasmado em continuar com os eventos no mundo real e em implementar atividades que sirvam para reforçar a colaboração entre jogadores. Até ao momento a Niantic registou 69 mil batalhas em raids e 7,7 milhões de pokémons capturados durante o festival, sendo que 440 mil são os recentemente introduzidos pokémons lendários, o Lugia e o Articuno.

Entre a primeira e a segunda semana de agosto a empresa planeia libertar mais um dos lendários, o Moltres ou o Zapdos. O próximo evento vai decorrer em Yokohama, no Japão, seguido de vários eventos pela Europa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.