Um grupo de turistas que planeava visitar o miradouro natural de Preikestolen, que se ergue sobre alguns dos mais imponentes fiordes da Noruega, acabou por ser levado até a uma pequena vila a mais de 30 quilómetros do local devido a um erro na aplicação de navegação Google Maps.

Ao que tudo indica o grupo não estava integrado numa excursão conjunta e foi, em vez disso, atraiçoado individualmente por um problema que afetou as direções naquela região do planeta. À procura de um caminho para chegar ao destino pretendido, os utilizadores acabaram por terminar a viagem no sítio errado que não só fica a grande distância de Preikestolen, como se situa ainda na margem oposta do rio.

A vila onde todos acabaram por rumar acabou inundada de turistas e diz o jornal noruguês Stavanger Aftenblad, que os residentes ficaram confusos mas divertidos com a situação. "Eles dizem que estão a caminho de Preikestolen e que não percebem nada daquilo que estamos a dizer. O Google Maps levou-os pela ponte de Lysefjord e por Fossmork, mas a estrada aqui é muito estreita e eles ficam chateados quando lhes dizemos para voltarem para trás. É muito engraçado. Temos falado com chineses e japoneses e até houve um americano que queria comprar uma cabine. Achou que o lugar era fantástico", disse um dos moradores citados pelo New York Post.

Chamada a comentar o caso, a Google afirmou que "está constantemente a trabalhar para melhorar a aplicação" e que erros como este "são raros". Para que não se volte a repetir, a empresa agradece "todo o feedback possível".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.