A Fundação Vodafone Portugal e o Instituto Português do Sangue e da Transplantação desenvolveram, em parceria, um projeto suportado nas novas tecnologias de comunicação. Trata-se de uma “App de Alarmística”, criada com o objetivo de melhorar a articulação na transmissão de informação relativa às diferentes etapas da cadeia de transplantação, servindo de apoio aos profissionais de saúde envolvidos.

A App vai permitir que as equipas médico-cirúrgicas e laboratoriais ligadas ao processo de transplantação recebam, em tempo real, alertas sobre a evolução temporal do mesmo. Para além disso, médicos assistentes com doentes em lista ativa para transplantação também serão informados sobre a evolução dos processos inscritos no Registo Português de Transplantação.

A colheita e transplantação de órgãos são atividades que envolvem um complexo ecossistema, processos e intervenientes. Médicos, enfermeiros e coordenadores de colheita e transplantação desempenham múltiplas tarefas que podem decorrer em diferentes espaços físicos. Desta forma, a app permitirá a todos estes profissionais um melhor acompanhamento de todo o processo.

Esta não é a primeira parceria entre as duas instituições. Em 2013, Fundação Vodafone Portugal e Instituto Português do Sangue e da Transplantação lançaram uma plataforma tecnológica com o objetivo de promover a dádiva de sangue.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.