O Instagram removeu a tab “A seguir” onde estavam registadas atividades como likes, comentários e seguidores das contas que um utilizador segue na aplicação, que era representado por um coração. Esta área era também utilizada para arrumar as atualizações e conteúdos da conta do próprio utilizador.

O Facebook decidiu agora tomar medidas mais apertadas aos “stalkers”, pessoas que utilizam a versão browser da app, sem estarem registadas, para ver os conteúdos alheios. A partir de agora se não estiver autenticado na aplicação apenas pode ver algumas fotografias de perfis públicos. Ao navegar pelo site, depois de ver os primeiros posts, o sistema obriga os utilizadores a autenticarem-se para continuar a explorar os perfis de outros utilizadores.

Segundo declarações do Facebook, citados pelo Mashable, o objetivo é ajudar as pessoas a verem fotos no Instagram e depois compreenderem como obter a melhor experiência da aplicação ao fazer parte da comunidade, a conectar-se e a interagir com as pessoas e coisas que gostam.

A medida visa questões de privacidade, mas esta decisão irá ajudar a fazer crescer o número de utilizadores registados, assim como receitas de publicidade.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.