A WeChat, que é a app móvel mais utilizada na China, estabeleceu uma parceria com a InterContinental para abrir um hotel inteligente em Shangai. Ali, os utilizadores recorrem aos smartphones para agilizar toda a sua estadia remotamente. Reservam quartos, fazem o check in, o check out, abrem portas e muitas outras coisas que assim deixam de necessitar de assistência humana.

Uma vez chegados às instalações, os hóspedes têm apenas de confirmar a sua identidade através de um scan facial, que de seguida autoriza o seu perfil a fazer uso das acomodações. Note que na China, os viajantes são frequentemente solicitados a fornecer uma fotografia de rosto e uma cópia do seu cartão de identidade, pelo que estes sistemas não levantam "grandes ondas" no que diz respeito à potencial ameaça que representam para a privacidade.

Através do WeChat, os hóspedes também podem solicitar serviço de quartos, fazer pagamentos adicionais, controlar o ar condicionado do quarto, ajustar a luz e as cortinas. No pequeno-almoço, volta o sistema de reconhecimento facial, para controlar o acesso à sala de refeições.

Adicionalmente, para os visitantes que reservarem a suite, o hotel disponibiliza um mordomo 24 horas por dia, que pode, claro, ser chamado através da aplicação.

O WeChat é utilizado em muitos serviços comerciais por toda a China, inclusivamente para efetivar pagamentos entre consumidores e pequenos comerciantes. Neste caso, a novidade merece ressalva pelo facto de a empresa ter conseguido transformar a sua aplicação numa experiência quase integral de acomodação turística.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.