Com o mês de agosto a terminar, as propostas desta semana tanto incluem jogos e apps para redes sociais, como aplicações para os mais novos, a pensar no recomeço da escola. Recorde todas elas neste artigo.

Entre os jogos, o SAPO TeK destacou o Head Ball 2, que tem um objetivo claro: tentar colocar a bola na baliza adversária e evitar sofrer golos durante o caos do esférico a saltitar de um lado para o outro. Mas também houve tempo para dar a conhecer o mais recente jogo tático da Ubisoft, que já pode ser acedido gratuitamente e reúne dezenas de personagens de diferentes universos de Tom Clancy.

No mundo das apps, uma delas é a Reface, a nova aplicação de troca de rostos que está a tomar conta da internet. Para os mais novos, recorde a app que quer pôr miúdos e graúdos a aprender novas línguas de forma divertida e com emojis e a Studious, que permite estar sempre a par de todas as aulas e tarefas importantes, tudo através de uma interface simples e de utilização intuitiva.

Head Ball 2 é o jogo dos cabeçudos de Ronaldo e Messi a rematar de “baliza a baliza”

Eis o jogo competitivo do momento: dois jogadores, duas balizas. Quem consegue marcar mais golos?

A rivalidade entre Cristiano Ronaldo e Leonel Messi pelo título do melhor futebolista do mundo vem de longe, mas em Head Ball 2 poderá discutir isso em campo, em partidas multijogador contra utilizadores espalhados pelo planeta. Mas há um twist: os jogadores resumem-se a uma cabeça dentro de uma chuteira de futebol, no clássico “baliza a baliza”, naquele que pode ser comparado ao Pong dos tempos modernos.

O objetivo é, claro, tentar colocar a bola na baliza adversária e evitar sofrer golos durante o caos do esférico a saltitar de um lado para o outro. Head Ball 2 apresenta um grande número de personagens à escolha, incluindo futebolistas ou palhaços assassinos, mas também acessórios e estádios para jogar. E através da abertura de pacotes de cartas poderá adicionar habilidades especiais, tais como tornar a bola maior e outros que dificultem a movimentação dos adversários. Mas estes podem igualmente repostar, contra-atacando com os seus poderes.

Para além das habilidades, o jogo oferece muitos itens cosméticos e outros elementos sempre que os jogadores acumulam fãs para o seu clube. O objetivo é vencer as partidas e subir nos rankings dos melhores jogadores. Há ainda missões diárias para finalizar, com recompensas especiais.

Pode fazer o download gratuito de Head Ball 2 em smartphones Android e iOS.


Há uma app que quer pôr miúdos e graúdos a aprender novas línguas de forma divertida e com emojis

A EmojiStone apresenta-se como uma espécie de Pedra da Roseta, mas com os populares “bonecos” que tanto usamos em mensagens ou nas redes sociais. Nela poderá facilmente aprender línguas como inglês, espanhol, italiano ou alemão, tudo através de pequenos exercícios simples e divertidos. 

O processo de aprender uma nova língua nem sempre é fácil, mas a EmojiStone promete ajudar através de emojis. Os populares “bonecos” que tanto utilizamos em mensagens ou nas redes sociais apresentam-se como uma espécie de linguagem universal e a empresa por trás da aplicação acredita que podem ser uma útil ferramenta de aprendizagem tanto para miúdos como graúdos.

Através da EmojiStone pode começar a dar os primeiros passos para tornar-se num poliglota, mesmo que não tenha muita experiência anterior com uma determinada língua. O método de aprendizagem da aplicação é simples e intuitivo, baseando-se na experimentação.

Depois de escolher a língua que quer aprender, ser-lhe-ão apresentados uma série de pequenos exercícios. Neles terá de escolher o emoji que corresponde ao que está a ser dito ou então de escrever a palavra que descreve corretamente a figura apresentada.

Para já estão disponíveis cinco línguas: inglês, espanhol, italiano, alemão e ainda português. A EmojiStone é gratuita e está disponível apenas para iOS, podendo ser encontrada na loja digital da Apple.


Reface: a nova app de troca de rostos que está a tomar conta da internet

Pondo de lado a preocupação com as questões da privacidade, os deepfakes são divertidos. A prová-lo está o sucesso que a Reface conseguiu em poucos dias: possivelmente os mesmos que terá para a usar sem pagar.

Começou por se chamar Doublicat, mas agora assume uma denominação que reflete, de forma mais intuitiva, o seu propósito: substituir rostos em fotos, vídeos e GIFs. Normalmente celebridades ou personagens de filmes pela nossa própria.

Sem necessitar de qualquer registo – mas precisando da sua autorização para acesso às fotos do telemóvel, convém sempre lembrar –, a Reface disponibiliza um conjunto de recursos, entre GIFs animados e vídeos, que podem ser escolhidos dentro de catálogos pré-definidos, tal como acontece com outras aplicações do género.

Depois é escolher entre a selfie que tirou ou as imagens que guarda no telemóvel – ou carregar uma outra foto de propósito – e, ao clicar no botão de Reface, os algoritmos de inteligência artificial da app examinam o GIF ou vídeo e a imagem escolhida, encontram os rostos e trocam-nos instantaneamente.

Saiba que, entre as muitas opções vai poder “encarnar” Britney Spears, The Rock, Billie Eilish, Capitão América, Rosalía ou mesmo Daenerys, da série Game of Thrones.

A Reface está disponível para dispositivos Android e iOS. Embora seja apresentada como “grátis”, só pode ser usada dessa forma num teste de três dias. Depois disso obriga à subscrição anual, mensal ou semanal.


Quer destacar-se nas redes sociais com as suas fotografias? Há uma app para si e é grátis

Existem várias apps de edição que podem "transformar" as suas fotografias. O PicsApp Photo Editor é uma delas, com efeitos que quase parecem de profissional mas que, na prática, são muito simples de alcançar.

Para além das ferramentas básicas de edição, a aplicação conta com filtros e efeitos que podem ter resultados bastante artísticos. Experimente, por exemplo, o efeito de linha de desenho ou o filtro de néon e dê asas à sua imaginação.

Veja na fotogaleria alguns dos resultados da edição de fotografias com esta app.

A app também disponibiliza stickers que pode adicionar às fotografias. E, se pretender, pode desfocar o fundo das imagens.

Assim que o resultado estiver pronto a app permite-lhe redimensionar a imagem, de forma a que tenha as dimensões certas para o feed do Instagram. Mas também pode publicar noutras redes sociais como o Facebook, Tik Tok ou Twitter.

A app é gratuita e está disponível na Google Play Store.


Tom Clancy's Elite Squad já está disponível nos smartphones. É o regresso inesperado de Sam Fisher

O mais recente jogo tático da Ubisoft já pode ser acedido gratuitamente e reúne dezenas de personagens de diferentes universos de Tom Clancy.

Anunciado recentemente num evento da Ubisoft, Tom Clancy's Elite Squad é mais um título da vertente militar da editora francesa, em exclusivo para smartphones. O interessante nesta proposta é que se trata de uma espécie de All Stars que reúne diversas personagens dos diferentes universos da chancela Tom Clancy: Rainbow Six, Ghost Recon, The Division, Sam Fisher de Splinter Cell, H.A.W.X e EndWar, em batalhas competitivas multijogador. No total, a editora promete cerca de 70 personagens para escolher.

Os jogadores que fizeram pré-registo do jogo já podem começar a fazer do download, considerando que a data oficial de lançamento é o dia 27 de agosto. E como recompensa ainda têm acesso a uma arma exclusiva, uma pistola semiautomática para a personagem Montagne.

Para além dos embates PvP, o jogo oferece um modo campanha, dividido por capítulos, com uma história de espionagem ao género das novelas de Tom Clancy. Já as batalhas online consistem em equipas de cinco elementos, em confrontos em locais icónicos dos jogos, tais como a Presidential Plane (Rainbow Six Siege), Death Angel Church (Ghost Recon Wildlands), Detention Facility (Splinter Cell Blacklist).

Pode fazer o download de Tom Clancy's Elite Squad em versões Android e iOS.


O regresso às aulas está “à porta” e há uma app que quer ajudar os estudantes a manterem-se organizados

A chegada do novo ano letivo, cujo início está marcado para 14 a 17 de setembro, aproxima-se a largos passos. As aulas vão começar com o regresso ao ensino presencial, embora haja possibilidade de as escolas terem de avançar para o ensino misto ou mesmo à distância, dependendo do aparecimento de casos de infeção com COVID-19 entre a comunidade escolar.

Manter-se organizado entre a mudança das aulas digitais para o ensino presencial nem sempre é fácil, mas há uma aplicação que promete ajudar os estudantes a não perder o “fio à meada”. A Studious permite estar sempre a par de todas as aulas e tarefas importantes, tudo através de uma interface simples e de utilização intuitiva.

Através da aplicação, os estudantes podem gerir o seu tempo de estudo, consoante as aulas e atividades extracurriculares que têm marcadas ao longo da semana. Nela é também possível categorizar cada um dos projetos em mãos de acordo com as disciplinas estudadas.

Além de servir como uma espécie de super agenda, a Studious pode ser programada para alertá-lo quando um teste ou exame se aproxima, permitindo fazer uma melhor gestão do tempo. A aplicação é gratuita e está disponível para Android na Play Store.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.