A nova plataforma de teste foi lançada hoje e vai permitir viajar nos transportes públicos da Cidade de Lisboa e pagar o título de transporte apenas com o smartphone. 

Esta plataforma já estava a ser testada na Fertagus e, deste modo, a Via Verde alarga o âmbito da prova de conceito procurando com este período intenso de testes e validações do sistema, consolidar uma solução que possa vir a ser adotada na mobilidade urbana em Lisboa.

A empresa explica que a solução “tem um carater inovador no panorama dos transportes”. Com uma aplicação, o smartphone interage com os equipamentos de validação através de Bluetooth. A app calcula, automaticamente, a melhora tarifa a aplicar para a viagem do utilizador.

“A parceria tira partido da experiência operacional da Carris, do Metro e da Transtejo, das competências tecnológicas da Novabase e da experiência da Via Verde na cobrança eletrónica, em parceria com a SIBS”, afirmam as empresas.

Questionada pelo TeK, a Novabase explica que a tecnologia usada não é o NFC mas sim o Bluetooth na versão “low energy”. A implementação tira partido de um novo protocolo designado por “Beacon”, que permite ao smartphone detetar a proximidade destes dispositivos, e garante o suporte pela maioria dos equipamentos do mercado, já que nem todos têm suporte a NFC.

Para o futuro, espera-se que seja possível fazer o planeamento, a compra de viagens e a interação com o operador de transportes. Outra das vantagens da app será a utilização de contas associadas, que permitirá, através da conta da Via Verde, pagar, por exemplo, as viagens de famílias, nomeadamente dos filhos.

Os utilizadores vão poder usar a app com o seu passe multimodal ou com bilhetes, depois de configurada com a sua conta.

 

 

Nota da Redação: a notícia foi atualizada com mais informação da conferência de imprensa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.