Não faltam opções à escolha nas lojas de aplicações, mas é fácil perder-se entre as milhares de apps à escolha na App Store e na Google Play. É por isso que todas as semanas dedicamos algum do nosso tempo para assinalar novidades ou revisitar aplicações que já têm algum tempo mas que continuam a ser úteis.

Neste domingo temos novidades da Snap, um apoio para quem tem animais de estimação e jogos. Passe pelos textos abaixo e veja quais é que quer descarregar. São todas grátis.

Snap Camera: a dona do Snapchat quer conquistar o live chat no PC e tem mais truques na manga

A Snap continua a alargar o seu leque de produtos e acaba de lançar a Snap Camara, para computadores pessoais que aplica as Lentes em videochats e streaming com integração em várias aplicações

A app está disponível para Windows e Mac e combina as Lentes já tradicionais no Snapchat com a utilização de aplicações como o YouTube, Skype, Google Hangouts e OBS. Com esta aplicação a Snap procura reconquistar os fãs perdidos para o Instagram, aproveitando uma área onde o concorrente ainda não entrou.

Primeiro é preciso fazer download da aplicação e configurar a utilização da câmara de vídeo, e depois é dar azo à imaginação com a aplicação dos filtros que já foram feitos para o Snapchat ou novas criações.

O Snap Camera pode dar um novo colorido às suas conversas em vídeo, às gravações e lives no Youtube, ou mesmo no streaming de jogos no Twitch.

Pode fazer download aqui para Windows e para Mac.

The Pillar: Neste jogo (encontrar e) resolver puzzles abre portas
Comparam-no a The Witness, considerado por muitos uma obra-prima, mas este jogo para Android, ainda em fase beta, também tem argumentos para encantar por si próprio.

Gráficos coloridos e detalhados, uma atmosfera com alguma dose de magia com a sonoridade a ajudar e um terreno que nos deixa movimentar quase completamente à vontade servem de base a The Pillar. Isto além dos puzzles, claro, já que é disso que este jogo trata.

Comparado a The Witness em muitos aspectos, The Pillar terá quebra-cabeças menos complexos de solucionar, ainda assim desafiantes. Para avançar no jogo terá de ir resolvendo os pequenos puzzles que surgem, juntando quadrados de diferentes cores, enquanto percorre um mundo desconhecido.

E se tudo parece simples ao início, com certeza que vai complicar-se à medida que avançar, como é suposto acontecer num jogo que se preze. A aventura só continua quando resolve o respetivo puzzle de determinada área – ou vários seguidos.

O The Witness ainda está em desenvolvimento, numa versão para Android, mas já pode ser descarregado a partir da Play Store.

Petappoint, o "veterinário" sempre disponível na palma da mão
A aplicação permite aos donos de animais de estimação tirarem dúvidas sobre eventuais sintomas com veterinários qualificados.

A aplicação Petappoint foi criada por dois médicos veterinários portugueses com o objetivo de aproximar os donos de animais de estimação aos profissionais, sobretudo em momentos de maior aflição. Trata-se, sobretudo, de um sistema de comunicação, via chat, em tempo real, com informações qualificadas.

A aplicação funciona como um diretório, permitindo a profissionais do sector registarem a sua empresa, marca ou produto, cujos serviços podem ser depois requisitados pelos tutores dos animais. Mas não será possível obter consultas através da aplicação ou prescrever medicamentos e tratamentos, assim como diagnósticos, pois a lei não o permite, segundo a informação disponível no site oficial.

No entanto, aconselhamentos ou eventuais despistes poderão ser bastante úteis para acalmar as pessoas, encaminhando-as para os centros veterinários. O objetivo é evitar alarmismos e prevenir “análises” incorretas. Durante a conversa, será possível enviar fotos e vídeos sobre os problemas que os animais possam ter.

Poderá fazer o download da aplicação nos sistemas iOS.

Mixer: a app da Microsoft desafia-o a deixar de ser um espectador e a entrar na ação
A aplicação está orientada a uma participação mais ativa no streaming de jogos e personalização dos conteúdos.

A aplicação foi desenvolvida pela Microsoft e foi agora lançada a segunda temporada da comunidade de transmissão, com novidades que vão sendo introduzidas gradualmente. A ideia é que os utilizadores possam orientar as escolhas no jogo, colocando objetos e selecionando sons e outros elementos.

A Microsoft quer dar mais possibilidades aos utilizadores de se exprimirem, mas também de monetizarem a sua criatividade, e é à volta destes pilares que a comunidade foi desenhada. Com as Skills podem participar em chats e enviar stickers e Gifs, que ajudam os streamers a ganhar dinheiro. Ao assistirem a streams os utilizadores podem ganhar Sparks, e depois usá-los para adquirir mais Skills.

A app dá acesso a jogos como Minecraft, a série Crowd Play da Telltale (Guardiões da Galáxia, Minecraft Story Mode Season 2, Batman e The Walking Dead), Killing Floor 2, Death’s Door, Hello Neighbor e ainda outros.

Em 2019 a Microsoft vai introduzir um sistema de progressão que vai refletir a evolução do estatuto dos membros e dos seu contributo financeiro. O sistema vai recompensar o envolvimento, com upgrades para os mais ativos.

A app está disponível para iOS e Android e é gratuita e tem uma versão com mais interatividade, a Mixer Create.

Ouvir música do Spotify no Apple Watch? Os testes já começaram
A aplicação do Spotify para o smartwatch da Apple já está disponível para um grupo selecionado de utilizadores.

Depois de uma versão infeliz para Android, o Spotify prometeu desenvolver uma nova aplicação para smartwatches com Wear OS e Apple Watch. Esta versão, que contará com as principais características do serviço de música já corre em dispositivos iOS, adianta o The Verge.

Ao que parece, esta versão de teste está limitada ao controlo de play/Stop e shuffle, mas o Spotify reconheceu a qualidade da aplicação não oficial criada pela Snowy e está a trabalhar com a empresa para adicionar outras funcionalidades, tais como a utilização offline das músicas nos dispositivos.

Para já não existe uma data avançada para o lançamento da aplicação, mas a tecnológica já havia referido que esta fazia parte do pacote de apps pré-instaladas dos smartwatches Wear Os da Fossil e Michael Kors. Certamente que a app do Spotify poderá beneficiar do novo chipset Snapdragon da Qualcomm, que chegará ao mercado nos novos relógios inteligentes, no início de 2019.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.