Aquele que é um dos serviços e uma das empresas que estão a marcar o ano de 2014, o Snapchat, vai em breve passar a suportar anúncios publicitários. A informação já tinha circulado na imprensa como rumor, mas desta vez a confirmação chegou pela voz do próprio diretor-executivo da empresa, Evan Spiegel.



As declarações foram feitas enquanto o CEO era entrevistado numa conferência organizada pela publicação Vanity Fair e citado pelo The Verge. “As pessoas vão começar a ver os primeiros anúncios no Snapchat em breve”, garantiu Evan Spiegel.



O responsável máximo do Snapchat, que recusou uma proposta de compra de três mil milhões de dólares por parte do Facebook, classificou os anúncios como “muito porreiros”. O CEO explicou que a publicidade só vai aparecer na secção Our Story, onde vários utilizadores podem contribuir para a mesma narrativa.



E para os que podem achar que a publicidade pode vir a ser intrusiva, o diretor-executivo garantiu que os utilizadores podem optar por ver o anúncio ou podem escolher “ignorá-lo”. E visto que o Snapchat é uma aplicação de “anonimato”, os anúncios não terão os perfis dos utilizadores nem as suas preferências como métricas.



Tirando o WhatsApp – que faz da não existência de publicidade um dos estandartes do serviço -, muitas outras redes sociais estão a explorar novas formas de monetização nas suas plataformas. O Instagram também passou a contar com anúncios há pouco tempo.



players mais “velhos”, como o Twitter, estão a apostar em novas formas de rentabilizar as suas plataformas, sobretudo através da integração com ferramentas de comércio eletrónico.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.