Até 9 de maio é tempo de Google I/O. As primeiras horas do evento foram ricas em novidades, mas há projetos que a empresa não vai exibir ao longo dos próximos dias, como um smartphone dobrável que estará nos laboratórios da Google. De acordo com Mario Queiroz, a tecnológica está "a trabalhar no protótipo há já muito tempo". O responsável pelos equipamentos Pixel não revela, no entanto, quando, ou pelo menos se os consumidores vão poder ficar a conhecer o aparelho, uma vez que ainda não existem planos definidos para a sua comercialização.

Google também já tem patente para ecrã dobrável
Google também já tem patente para ecrã dobrável
Ver artigo

Em conversa com o Business Insider, Queiroz diz acreditar que a tecnologia vai ter um impacto substancial na indústria, tal como na Google, mas adiantou também que não existe nada para apresentar, pelo menos para já.

Note que, ao contrário daquilo que verificamos no departamento do hardware, a empresa tem já algum trabalho feito e no campo do software para smartphones dobráveis, como é o caso do novo Android Q, que tem suporte nativo para equipamentos deste género.

É também importante sublinhar que a Google não tem na venda de telemóveis a maior fatia do seu negócio, pelo que o risco de lançar um smartphone deste género numa fase muito inicial da tecnologia pode não compensar, caso alguma coisa corra mal.

Recorde-se também que a Google já patenteou tecnologia de ecrã dobrável.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.