Apesar de a Wi-Fi 6 fazer a sua estreia ainda em 2019, os especialistas da área já estão a preparar o caminho para a chegada da Wi-Fi 7, avança a Cnet. De acordo com V.K. Jones, vice-presidente de tecnologia da Qualcomm, em entrevista ao website, a mudança para o novo padrão sucederá em três passos, os quais terminarão com a sua chegada em 2024.

A Wi-Fi 6 está já a chegar a alguns em dispositivos móveis, à semelhança do Galaxy Note 10. Também conhecida pela designação técnica 802.11ax, é capaz de suportar velocidades quatro vezes superiores em comparação ao padrão anterior, a nova geração de redes sem fios promete também trazer melhorias a nível de eficácia e estabilidade, mesmo quando as condições não são as mais ideiais.

Para V.K. Jones, o futuro parece ainda mais promissor, pois “chegar-se-á a um ponto onde as redes sem fios serão mais rápidas do que as fixas”. Segundo o vice-presidente de tecnologia da Qualcomm, o primeiro passo no caminho em direção a esta geração de redes será uma série de melhorias ao nível da capacidade da Wi-Fi 6 previstas para 2020, as quais vão passar pela abertura do espaço de ondas radiofónicas pelos governos europeus e norte-americanos. O segundo, em 2022, trará uma evolução no que toca à sua velocidade e, por fim, o ano de 2024 verá, de acordo com os especialistas da área, a chegada do upgrade para o padrão 802.11be.

Embora os últimos três padrões da área, IEEE 802.11n, 802.11ac, e 802.11ax, tenham sido certificados com as designações Wi-Fi 4, 5 e 6, existem algumas dúvidas em relação ao nome da futura geração de redes sem fios, indica a Cnet. A WiFi Alliance, o consórcio que certifica se os produtos Wi-Fi se conformam com determinados padrões, vai começar a desenvolver processos de certificação para a mais recente versão do standard de rede no final de 2019, ainda sem apresentar planos para o seu sucessor.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.