Na próxima segunda-feira, a Apple vai realizar uma nova apresentação de produtos. E ainda que tudo indique que haja uma possibilidade de apresentar um novo portátil MacBook Pro, equipado com um processador M1X, outros equipamentos tecnológicos podem estar planeados. Um deles poderá ser o AirPods 3, a nova geração dos auriculares da marca da maçã, que podem ter um design aproximado da linha Pro, mas sem o cancelamento ativo de ruído.

Por outro lado, o The Wall Street Journal avança que a Apple está a investigar formas de transformar os AirPods num equipamento ligado à saúde e bem-estar dos utilizadores. Em primeiro lugar poderá transformar-se num aparelho auditivo, para aumentar a capacidade das pessoas de ouvir. Por outro lado, os auriculares podem ter a capacidade de registar a temperatura do corpo, como um termómetro, assim como monitorizar a postura dos utilizadores.

O jornal diz que teve acesso a documentos sobre estas funcionalidades, assim como o testemunho de pessoas ligadas ao assunto. Este poderá ser mais um passo da Apple unir o seu hardware aos seus serviços de saúde. Recentemente, rumores apontavam para a possibilidade do iPhone funcionar como um detetor de depressão e ansiedade.

É referido que as funcionalidades previstas para os AirPods não são esperadas tão cedo, podendo mesmo nunca serem introduzidas nas versões finais para consumo. Para já ainda estão a ser produzidos protótipos para testar o termómetro, capaz de medir a temperatura no interior do ouvido. A Apple também estará a testar esta funcionalidade na próxima versão do Apple Watch, neste caso para medição da temperatura através do pulso.

Os sensores de movimento dos AirPods podem medir a postura dos utilizadores, enviando notificações de alerta para que possam corrigir e melhorar a forma como se sentam, por exemplo.

E sobre a possibilidade de os auriculares terem funcionalidades semelhantes aos aparelhos auditivos, estes podem ajudar muitas pessoas com deficiências na audição, sobretudo a quebrar o estigma associado ao uso desses equipamentos. Ao usar os AirPods, as pessoas melhoram a sua audição de forma discreta. Existem ainda duas barreiras a ultrapassar neste caso, segundo o que os especialistas referiram ao The Wall Street Journal: Em primeiro, as respetivas autorizações da FDA e a possibilidade dos AirPods poderem ser receitados pelos médicos como um aparelho auditivo. E em segundo, a autonomia da bateria que é necessária para o equipamento ser utilizado durante todo o dia.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.