A análise é da Crittercism, divulgada pelo AllThingsD, e a indicação é que o problema possa estar relacionado com a introdução de novo hadware, nomeadamente a arquitetura de 64bits.

O relatório teve por base centenas de milhões de aplicações desde a estreia dos modelos iPhone mais recentes e indica que os programas crasham cerca de 2% no iPhone 5s, uma taxa que tanto no iPhone 5c como no iPhone 5 é de menos de 1%.

A razão para tal acontecer reside provavelmente no facto de o novo processador A7 de 64 bits e o coprocessador M7 não terem sido testados em avanço pela comunidade de programadores, como é habitual suceder. A arquitetura do 5c é muito idêntica ao iPhone 5 e por isso o modelo não padece destes problemas.

Apesar de apontar as falhas, a Crittercism sublinha que não é incomum registarem-se ratios mais elevados de crashes quando é lançado um novo dispositivo ou sistemas operativos.

Acrescenta ainda que a Apple, provavelmente, já está a par dos problemas, que em breve estarão resolvidos. "Já foram lançadas duas atualizações para o iOS 7 … A Apple está a fazer um grande trabalho à medida que eles vão surgindo".

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.