As suspeitas de que a Apple pode estar mesmo interessada em lançar um produto com estas características resultam agora dos dados constantes de uma patente registada pela empresa.



O pedido de patente submetido pela fabricante do iPhone pretende registar o conceito de um dispositivo eletrónico flexível. No detalhe da informação, revelada pela imprensa norte-americana, explica-se que o objetivo é criar um dispositivo eletrónico com um ecrã flexível, que possa ser dobrado, apertado e deformado sem que os componentes internos fiquem danificados.



Recorde-se que uma das polémicas associadas ao lançamento das últimas versões do iPhone foi precisamente a queixa de que um dos modelos, o iPhone 6 Plus, dobrava. Nas semanas que se seguiram ao lançamento do smartphone foram publicadas na Internet centenas de fotos e vídeos a demonstrar esta "capacidade" do equipamento.





A combinação entre o tamanho e a espessura do modelo foi apontada como a razão mais provável para um fenómeno que a Apple não quis criar, pelo menos naquela altura. Num futuro próximo pode ser diferente.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.