A Apple abriu algumas das suas portas para o programa 60 Minutos do canal norte-americano CBS. Visita ao novo Spaceship Campus, ficar a conhecer a sala de design da tecnológica, mas talvez mais importante, foi o foco dado ao segmento da fotografia.

Como relata o Business Insider, os repórteres também passaram pela sala onde a Apple testa os seus sensores fotográficos. E tudo para se descobrir que a tecnológica faz da fotografia e do vídeo no iPhone uma prioridade de topo - ou não tivesse 800 pessoas a trabalhar nesta área.

As oito centenas de trabalhadores dedicam-se exclusivamente às câmaras do iPhone - e consequentemente do iPad e iPod Touch -, ajudando a desenvolver não só a engenharia dos componentes, como toda a questão relacionada com o comportamento dos mesmos, simulando determinadas condições.

A título de curiosidade, sabe-se que o módulo de fotografia de um iPhone é composto por mais de 200 peças, como revelou o executivo que lidera todos os trabalhos na área da fotografia, Graham Townsend. A publicação destaca por exemplo quatro arames que têm metade da espessura de um fio de cabelo que serve como sistema de contrabalanço para as ‘tremuras’ das mãos dos utilizadores.

“Para captar uma imagem, existem na realidade 24 mil milhões de operações a acontecer”, salientou o responsável da Apple.

Apesar de o iPhone ser reconhecidamente um dos melhores smartphones na área da fotografia, tem uma forte concorrência por parte de outros fabricantes. O iPhone 6s Plus conta ao seu lado com o Galaxy Note 5 ou Galaxy S6 Edge+, LG G4 ou V10, e Sony Xperia Z5 como alguns dos dispositivos que garantem melhores resultados no segmento da fotografia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.