Segundo a fabricante, o Quick Charge é 27% mais rápido e 38% mais eficiente do que o seu predecessor 2.0, oferecendo a possibilidade de carregar 80% da bateria de um smartphone em 35 minutos.

Tal acontece porque o equipamento usa uma nova tecnologia denominada Intelligent Negotiation for Optimum Voltage (INOV) , que não é mais do que um algoritmo que torna a carga mais eficiente.

Garante também um tempo de vida da bateria mais longo, protegendo os ciclos de vida da mesma, e conseguindo que a perda de energia se reduza em 45%. Foi igualmente desenhado para funcionar com ligações USB Type-C.

O sistema está desde já disponível para as fabricantes devendo surgir nos primeiros smartphones a partir do início do próximo ano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.