A Samsung acaba de confirmar que interrompeu as vendas dos Galaxy Note 7 devido a problemas com as baterias dos dispositivos. A empresa afirma que até à data foram comunicados 35 incidentes com os seus mais recentes phablets.

Informações oficiais indicam que a tecnológica vai recuperar todos os Note 7 que vendeu até agora, e substituí-los por dispositivos novos, ao longo das próximas semanas.

Em Portugal, a pré-venda dos Galaxy Note 7 começou no passado dia 16 de agosto e uma semana depois estavam esgotados. Era esperado que estes smartphones chegassem às prateleiras das lojas nacionais no dia 9 de setembro mas, à luz dos mais recentes acontecimentos, é bastante provável que a chegada ao mercado português seja adiada.

De acordo com a Reuters, a Samsung comunicou esta quarta-feira que tinha interrompido o fornecimento dos Note 7 às três maiores operadoras da Coreia do Sul e que iria realizar testes de qualidade adicionais.

O mesmo site avança que um relatório da Hyundai Securities indica que os problemas técnicos dos Galaxy Note 7 deverão estar resolvidos em poucas semanas. 

A Samsung diz que está a colaborar com os seus parceiros para agilizar a resolução do problema e para não atrasar muito mais a chegada do Galaxy Note 7 aos mercados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.