A Essential pretende construir um novo smartphone com a particularidade de interação focar-se sobretudo em comandos de voz. Para tal, a empresa de Andy Rubin, o criador do Android, está a desenvolver um software de inteligência artificial para que os utilizadores comuniquem com o dispositivo sem sequer tocar nele. Seja para fazer marcações, enviar mensagens ou responder a emails, o sistema deverá ter autonomia para “assumir” certas tarefas feitas pelos utilizadores.

Segundo informações da Bloomberg disponibilizadas por um trabalhador anónimo ligado ao projeto, o smartphone terá um ecrã reduzido, com um design que foge às tendências atuais.

Smartphones do criador do Android começam a ser entregues na próxima semana
Smartphones do criador do Android começam a ser entregues na próxima semana
Ver artigo

O novo equipamento poderá ser o fôlego final da empresa, que desde o lançamento do primeiro smartphone “luta pela sobrevivência”. O equipamento de estreia causou sensação no mercado, sobretudo por ter sido o primeiro a introduzir o “notch”, antes de se tornar popular pelo iPhone X, mas os bugs e o seu preço elevado originaram um trambolhão nas vendas. Desde então, a Essential começou a trabalhar noutro telefone que colocou de lado e um sistema de colunas para uso doméstico que foi também remetido para a pausa. A empresa chegou mesmo a ser colocada à venda, num momento em que o seu mentor "lançava a toalha ao chão", devido a problemas pessoais. A isto some-se a saída de engenheiros qualificados da empresa.

Segundo a publicação, o primeiro protótipo do novo smartphone poderá estar pronto no final do ano, assumindo a sua presença no CES em Las Vegas em janeiro do próximo ano.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.