A empresa de Famalicão existe há duas décadas e durante largos anos teve a sua atividade centrada no negócio dos quadros interativos, tendo integrado o consórcio de empresas para a área da educação E-XAMPLE, que ligava a projetos como o Plano Tecnológico e o programa e.Escola.

Hoje parte do negócio ainda assenta na distribuição destes quadros interativos para as escolas, e nos serviços de assistência aos mesmos, mas a Famasete está assumidamente ligada à produção de soluções interativas, em vários suportes, que passam pelas mesas, mupis e paredes multi-toque e pelos quiosques multimédia.

Foi precisamente por projetos nessas vertentes, relacionados com a família de produtos Wingsys , que recebeu muito recentemente uma distinção especial no Dubai, nos Digital Signage Awards MENA.

Marca porta-bandeira da Famasete, a linha Wingsys oferece atualmente perto de uma dezena de variantes de hardware, dois cenários de software (educacional ou empresarial) e uma infinidade de adaptações ou personalizações à medida, a pensar em vários ramos.

No caso da distinção atribuída nos prémios do Dubai, estavam em causa três projetos específicos, com soluções em termos de hardware e software, para a Casa do Território de Famalicão, para a Loja Interativa do Turismo de Famalicão e para uma campanha desenvolvida para a Galp, explicou ao TeK Ricardo Vilaça, diretor de marketing da Famasete.

Esta não foi a primeira vez que a empresa portuguesa foi distinguida internacionalmente. Em 2013 recebeu a medalha de ouro no European Seal of e-Excellence Award da CeBIT, com a mesma família Wingsys.

A Famasete está empenhada em continuar a lançar produtos novos nos perto de 20 mercados onde marca presença, “que acompanhem as tendências, e sobretudo acompanhem as necessidades de mercado”, e tem algumas “cartas na manga” para muito breve.

Uma delas tem a ver com uma oferta mais direcionada para a área de consumo residencial, e que também pode abranger empresas, de lançamento de uma “mesa interativa de sala de estar”, com ecrã touch, para ser colocada perto do sofá ou numa sala de espera, com acesso à Internet ou a informação da empresa.  

Num campo diferente, a mesma ideia da mesa com ecrã touch pode ser aplicada também na área da restauração, dando resposta a requisitos diferentes.

“Queremos criar produtos novos que sobretudo sejam uma mais-valia para o mercado”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.