O popular extensor usado pelos turistas já não vai ser bem-vindo nos parques da Disney. O primeiro a abraçar esta medida foi o parque de Orlando, nos Estados Unidos, já esta terça-feira. Depois seguem-se o de Paris e Hong Kong hoje, 1 de julho.

“Nós esforçamo-nos para oferecer uma grande experiência para toda a família, e, infelizmente, os selfie sticks tornaram-se numa preocupação de segurança crescente para os nossos convidados e elenco”, afirmou Kim Prunty, porta-voz da Disney World, como citado no Orlando Sentinel.

Os funcionários vão revistar os visitantes antes de entrarem no parque e se for detetada a presença do utensilio, os visitantes vão ter duas opções: ou retornam ao hotel para o deixarem ou entregam-no à entrada e mais tarde podem levantá-lo.

Vários sinais a indicar a proibição do extensor vão estar expostos em diversas localizações como os parques de estacionamento e nos hotéis. Para além disso, a proibição vai ser adicionada às regras do parque no Website oficial.

Este problema já tem estado debaixo dos olhos atentos da Disney. No passado, a gigante já tinha proibido os selfie sticks em várias das suas atrações como o Big Thunder Mountain e o Magic Kingdom.

Os paus de selfie têm sido banidos numa lista crescente de museus, festivais de música e espaços desportivos. O museu Smithsonian, por exemplo, disse aos visitantes para os deixarem em casa afirmando que era uma “medida preventiva para proteger os visitantes e objetos, especialmente durante condições superlotadas”.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.