As estimativas da IDC indicam que ao longo de 2015 vão ser vendidos no país 36 mil smartwatches. No ano passado os portugueses compraram apenas 7.800 unidades destes dispositivos, pelo que há uma evolução significativa entre os dois anos.

Entre 2014 e 2015 o crescimento nas vendas será de 500% em Portugal, mas a nível europeu será ainda maior e deverá rondar os 700%, para um total de 10,5 milhões de unidades vendidas.  

Os dados da IDC, fornecidos ao Público, revelam que o segmento mesmo a crescer, continua a ser um negócio de nicho. Fernando Jerónimo, analista da consultora, considera o trajeto normal e sublinha que uma nova categoria de produto tem sempre de fazer o seu caminho até conseguir escalar para uma franja maior da população.

“Temos de dar tempo. Quando lançou o iPhone, a Apple também demorou anos a vender milhões de telemóveis por trimestre”, destaca o responsável em declarações ao diário. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.