Tal como havia sido prometido, a Xiaomi anunciou a sua nova linha de smartphones para o mercado chinês. Como já era sabido, a nova família perde a marca Mi, apresentando-se apenas como Xiaomi 12, com a linha principal a assumir a marca da fabricante. A nova geração de smartphones foi apresentada em três modelos, a versão Standard, Pro e 12X, com diversas configurações de memória, sendo os dois primeiros alimentados pelo mais recente processador da Qualcomm, o Snapdragon 8 Gen 1. O chip oferece nativamente 5G e Wi-fi 6E, prometendo um maior desempenho de conetividade. O modelo 12X, considerado como gama de entrada, apresenta um Snapdragon 870.

Os smartphones contam com um design premium, suportados por uma estrutura em metal. Os equipamentos oferecem um ecrã AMOLED, em diferentes tamanhos: a versão Standard e 12X têm 6,28 polegadas, o Pro conta com 6,73 polegadas, com cantos arredondados e tecnologia LTPO 2.0. Os modelos têm uma taxa de atualização de 120 Hz, sendo que a versão Pro tem uma resolução de 2K. Os smartphones têm ainda leitor biométrico de impressões digitais debaixo do ecrã, proteção Gorilla Glass Victus, assim como suporte HDR10+ e sim estéreo com certificação Dolby Atmos.

Veja na galeria as imagens dos novos modelos Xiaomi 12:

O novo modelo oferece um módulo de câmaras traseiro composto por três sensores. As três versões oferecem sensores de 50 MP, o Standard e 12X um IMX 766 e o Pro um IMX 707. As versões normais oferecem ainda uma grande angular de 13 MP e uma telemacro de 5 MP. Já a versão Pro mantém os três sensores a 50 MP. Todos os modelos contam com uma câmara frontal para selfies de 32 MP. Foi referido que os equipamentos gravam vídeo até 8K, suportando HDR e usa IA para ajudar a configurar os cenários para as fotografias.

No interior será possível optar por variações de memória RAM LPDDR5 até 12 GB e armazenamento interno UFS 3.1 até 256 GB. O Xiaomi 12 e 12X têm uma bateria de 4.500 mAh e a versão Pro tem 4.600 mAh, com suporte a carregamento rápido de 67 W (as versões inferiores) e 120 W no Pro através de fio. Podem ainda ser carregados via wireless a uma velocidade de 50 W, havendo ainda uma opção de carregamento reverso a 10 W.

Os smartphones chegam ao mercado com a interface MIUI 12.5, assente em Android 11, mas com uma atualização do MIUI 13 previsto para o próximo mês de janeiro.

Fique com os preços anunciados para o mercado chinês, convertidos em euros:

Xiaomi 12

8/128 GB - 3.699 yuans (515 euros)

8/256 GB - 3.999 yuans (557 euros)

12/256 GB - 4.399 yuans (612 euros)

Xiaomi 12 Pro

8/128 GB - 4.699 yuans (654 euros)

8/256 GB - 4.999 yuans (696 euros)

12/256 GB - 5.399 yuans (752 euros)

Xiaomi 12X

8/128 GB - 3.199 yuans (445 euros)

8/256 GB - 3.499 yuans (487 euros)

12/256 GB - 3.799 yuans (528 euros)

O novo smartwatch Xiaomi Watch S1

Além da nova linha de smartphones, a fabricante chinesa revelou também o seu novo smartwatch, o Xiaomi Watch S1. A marca salientou que se trata do seu relógio inteligente mais premium até à data, construído em aço inoxidável, proteção de vidro em safira, oferecendo um ecrã AMOLED de 1,43 polegadas. A marca diz que o smartwatch consegue registar 117 modos desportivos, sendo também à prova de água até 5 metros.

O equipamento tem um módulo NFC para fazer pagamentos, assim como microfone e altifalante para atender chamadas quando emparelhado com o smartphone. Conte ainda com sensores para medir o ritmo cardíaco, os níveis de oxigénio no sangue, assim como monitorização do sono. Tem uma bateria de 470 mAh, prometendo um uso de 12 dias de utilização mista.

O relógio inteligente chegou ao mercado chinês a começar nos 1.049 yuans (146 euros), com diferentes variações de bracelete.

Os novos modelos de smartphones e smartwatchs são ainda acompanhados dos novos auriculares Xiaomi TWS EarPhones 3, com cancelamento de som ativo, capaz de reduzir até 40 dB. Os auriculares utilizam um sistema de microfone triplo e suportam o modo transparente, quando precisa de falar e ouvir outras pessoas por perto. Quanto à sua autonomia, a marca promete até 7 horas de utilização com uma única carga e 30 através do seu estojo. O estojo pode ser carregado por fio, via USB-C ou wireless em qualquer carregador Qi compatível. É ainda referido que os auriculares têm certificação IPS5, sendo à prova de água e pó, chegando ao mercado por 449 yuans (62 euros).

Xiaomi TWS EarPhones 3

Patente revela novo smartphone dobrável

Coincidência ou não, as novidades da Xiaomi não se ficam por aqui. Apesar de não ter sido anunciado oficialmente, a marca chinesa poderá ter um novo smartphone dobrável na calha, segundo a divulgação de uma patente. No início do ano, a empresa lançou na China o Mix Fold, um equipamento semelhante ao Samsung Galaxy Z Fold3, que ainda não chegou ao ocidente. Mas a nova patente mostra um novo dobrável em forma de concha, tal como o Galaxy Z Flip3 e o recentemente anunciado Huawei P50 Pocket.

Veja na galeria as imagens da patente do novo smartphone dobrável da Xiaomi:

A patente do novo modelo foi avistada na CNIPA, a entidade nacional chinesa de registo de propriedade intelectual, segundo a mysmartprice. Sem qualquer anotação técnica, as imagens revelam um pequeno ecrã exterior de notificações quando este está fechado, assim como um setup de duas câmaras. Quando aberto, o smartphone apresenta um ecrã maior vertical, com um recorte em forma de pílula no canto superior esquerdo para albergar duas câmaras. Os desenhos mostram ainda as suas molduras espessas à volta. Tem os botões de energia e volume no lado direito.

O esboço mostra ainda uma entrada USB-C na parte inferior, assim como uma grelha de altifalante e uma bandeja de cartões SIM.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.