O Galaxy Note 7 foi um dos smartphones mais entusiasmantes dos últimos tempos, mas os problemas com as baterias anunciaram uma morte prematura do dispositivo da Samsung. A empresa sul-coreana interrompeu a produção em outubro de 2016. Em janeiro deste ano confirmou que o problema estava as baterias e há vários rumores indicando que a mesma questão terá contribuido para adiar o lançamento do Galaxy S8.
Ao que tudo indica, os Galaxy Note 7 podem ressuscitar e voltar às lojas em breve. Noticia o Hankyung que a tecnológica sul-coreana irá vender unidades usadas, conhecidas por “refurbished”, mas com baterias mais pequenas, menos potentes e com menos propensão para explosões.

No entanto, é pouco provável que o dispositivo volte aos mercados europeu e norte-americano, principalmente porque os reguladores não deverão estar receptivos ao regresso. Ao que tudo indica, estas novas unidades do Galaxy Note 7 deverão ser vendidas na Índia e no Vietname.

De acordo com a mesma fonte, a Samsung tem 2,5 milhões de Galaxy Note 7 parados depois de ter usado cerca de 20 mil unidades para testar e determinar o problema dos dispositivos. A bateria das unidades que podem voltar às lojas deverão ter uma capacidade entre 3.000 e 3.200 mAh, em vez dos 3.500 mAh originais, e uma nova capa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.