Fontes do segmento revelaram, em considerações à Digitimes, que o lançamento do Axon M pela chinesa ZTE incentivou o interesse já existente por parte de outros fabricantes de criarem os seus próprios telefones com display duplo, tendo sido avançado que a Oppo, Samsung e Huawei já iniciaram o processo para lançarem os seus equipamentos em 2018.

já alguns anos que a Samsung mostrava intenção de lançar um smartphone dobrável e parece que desta vez o objetivo está próximo de se concretizar e, no início deste ano, fontes anónimas próximas da empresa, citadas por um portal sul-coreano, alegavam que tinham sido encomendados os componentes necessários para o desenvolvimento de cerca de 3 mil protótipos daquele que tem sido tratado publicamente por Galaxy X.

Também a Huawei estará a desenvolver um smartphone de ecrã duplo e, segundo o CEO Richard Yu, o modelo deve ser revelado antes do fim de 2018.

A principal empresa chinesa de smartphones, a Oppo, apresentou uma patente na China para um telefone dobrável, no entanto, o dispositivo não é um dual-display no verdadeiro sentido, tendo antes uma câmara frontal que pode ser dobrada para funcionar como uma câmara traseira.

Outras fontes, de acordo com a Digitimes, indicam que a LG está atualmente a desenvolver displays dobráveis provavelmente em cooperação com a Apple, visando materializar e comercializar os produtos de exibição dobráveis antes de 2020.

Como a Samsung e a LG Electronics têm as suas próprias instalações de fabricação de displays, as duas empresas partem com vantagem para esta corrida.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.