O Apple Watch já está disponível em Espanha, França, Alemanha, Itália, Suíça, Áustria, Reino Unido e em mais países - não só europeus, como do resto do mundo. Mas Portugal continua sem receber o relógio inteligente através da tecnológica. “Não compreendíamos por que em Portugal não havia o Apple Watch”, comentou o fundador da iStuff, Artur Azevedo.

Sim, “comprendíamos”, pois o empreendedor tratou de alterar a situação. Através da criação da loja online, tornou-se na primeira empresa portuguesa a vender o relógio inteligente da marca da maçã no mercado nacional. Valores concretos não partilha, mas garante que “para o mercado português os números são muito bons”. “Está a correr bem, melhor do que pensámos. E com o Natal vai aumentar”.

Quem visitar a iStuff neste momento vai encontrar sobretudo produtos e acessórios para equipamentos da Apple. Artur Azevedo explica que esta é a situação atual por dois motivos: os dispositivos da tecnológica de Cupertino chamam sempre muitos consumidores e o próprio Artur tem uma ‘ligação’ à marca da maçã.

É que o empreendedor de Arcos de Valdevez já tinha criado uma linha de produtos a pensar nos equipamentos Apple, a VirguCase. Agora a linha de acessórios será exclusiva da loja iStuff, integrando-se num ecossistema mais vasto de negócio.

Das capas passou para a loja online e da loja online para onde quer passar? Em conversa com o TeK, Artur Azevedo adiantou em primeira mão que o objetivo passa pela internacionalização da marca de capas.

Mas a iStuff não quer ficar ‘presa’ apenas e só aos produtos Apple. Para Artur Azevedo nem sequer é objetivo tornar a loja num revendedor oficial da marca, ainda que sejam parceiros oficiais de negócio - os relógios e outros produtos são fornecidos pela própria Apple, através de uma empresa estrangeira.

Por este motivo é que relativamente ao relógio, as diferentes versões do wearable são cerca de 50 euros mais caras em Portugal que noutros mercados internacionais. “É para os transportes e para o IVA”, salienta o fundador da iStuff.

Artur Azevedo garante que há uma vantagem inegável em adquirir o relógio junto da iStuff - a garantia é portuguesa, que pela lei estabelecida garante uma cobertura de dois anos. Caso a compra seja feita a nível internacional, a garantia é apenas de um ano.

No futuro a iStuff promete apostar em produtos que tardam a chegar a Portugal, mantendo-se atenta por exemplo aos dispositivos que vão surgindo em plataformas como o Kickstarter. “Temos objetivo de introduzir produtos novos e inovadores. É a estes produtos que vamos dar visibilidade”.

Rui da Rocha Ferreira

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.