A nova geração de dobráveis da Huawei segue a linha do primeiro Mate X, apresentado em 2019 e não do P50 Pocket. Depois de ser apresentado na China no final de abril, chega agora à Europa, mas não a todos os países.

Richard Yu, CEO da área de consumo., destacou que os smartphones dobráveis são o futuro, e que depois de ter lançado o Mate X há 3 anos a empresa tem vindo a investir na inovação e na procura do melhor design. O Mate XS, o Mate X2 e o P50 Pocket mostraram as várias possíbilidades e o XS 2 volta a fazer um upgrade à tecnologia.

"Os dobráveis ainda são pesados, mas o XS2 é mais fino, mais leve e mais plano", destaca Richar Yu.

As 255 gramas de peso, menos 20 gramas que o principal concorrente, e um ecrã mais plano (70% mais do que o modelo anterior) são alguns dos argumentos apresentados na conferência em Milão.

Veja as fotos do smartphone

O Mate Xs 2 tem um ecrã AMOLED de 7,8 polegadas, com uma taxa de refrescamento de 120 Hz e uma resolução de 2480x2200. Quando dobrado, o seu ecrã fica com 6,5 polegadas. De salientar que pela proibição da fabricante chinesa em aceder a componentes 5G, impostos pelo embargo dos Estados Unidos, o smartphone limita-se ao 4G. Para compensar, a fabricante melhorou o sistema de Wi-fi com tecnologia tri-band.

O processador é um Snapdragon 888 4G da Qualcomm, um chip atualmente datado quando comparado com os modelos mais recentes de smartphones de ecrã dobrável. Mas essa poderá ter sido uma das razões do preço mais acessível do modelo. A bateria é de 4.880 mAh, suportado por carregamento rápido de 66 W em todos as configurações carregando até 90% em 30 minutos.

O vídeo mostra como funciona o smartphone

A fotografia tem também um papel importante. O ecrã tem um punch-hole para acolher a câmara selfie, permitindo dessa forma fazer videochamadas com o smartphone totalmente aberto. O módulo traseiro conta com um sistema triplo composto por uma lente principal de 50 MP f/1.8, uma ultra grande angular de 13 MP f/2.2 e uma câmara telefoto de 8 MP f/2.4 com capacidade de zoom ótico de 3X e digital 30X com estabilizador eletrónico de imagem (OIS).

O novo smartphone vai começar a ser vendido a 1.999 euros, já em junho, mas primeiro deverá chegar à Alemanha e ainda não há data Portugal.  Recorde-se que na China o preço começa nos 9.999 yuan (1.435 euros) para uma configuração de 8/256 GB, até os 12.999 yuan (1.866 euros) para 12/512 GB.

Veja as imagens do evento da Huawei em Milão

Nota da Redação: A notícia foi atualizada com mais informação durante a conferência que o SAPO TEK acompanhou em Milão. Úlitima atualização 14h04

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.