Tal como é habitual, a especialista em reparações iFixit já desmontou os novos iPhone Xs e Xs Max, lado a lado, para compreender com que facilidade podem ser reparados. Apesar de serem modelos aparentemente semelhantes ao iPhone X, lançado no ano passado, algumas modificações são destacadas pela iFixit, como é o caso das baterias. O modelo do ano passado estava equipado com duas baterias, que se mantêm no Xs Max, mas o iPhone Xs tem apenas uma, em formato “L”.

No que diz respeito à sua desmontagem, a equipa não teve muitos problemas em abri-lo, ainda que temessem que a Apple abusasse na utilização de fita gomada para prender o ecrã, tendo em vista a certificação IP68. Mas tal não aconteceu e o vidro soltou-se sem muita resistência.

Veja todas as imagens da "desmontagem"

Depois de retiradas as baterias, os técnicos desencaixaram facilmente o motor Taptic e o altifalante, que estavam encaixados de forma modelar. Quando chegou a vez de soltar a tampa traseira, ensanduichada entre a base da câmara e a moldura, a iFixit refere que a sua construção é muito semelhante ao iPhone 8 e iPhone X, o que em caso de rachar requer a substituição de todo o chassis, sendo o pior ponto destacado pela especialista.

iFixit: será fácil reparar o novo Samsung Note 9?
iFixit: será fácil reparar o novo Samsung Note 9?
Ver artigo

Findo o processo, a iFixit deu uma nota positiva de 6 em 10 na facilidade de reparação, destacando a facilidade de substituição do ecrã (que pode ser trocado sem a necessidade de remover o hardware biométrico de reconhecimento facial) e as baterias. Ainda assim, para proceder à abertura, os utilizadores necessitam de ferramentas específicas da Apple, para além dos habituais parafusos Phillips.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.