Quando a Google apresentou pela primeira vez o projeto Android Wear, uma versão do sistema operativo para gadgets de vestir, anunciou várias empresas parceiras que iriam até ao final do ano lançar relógios inteligentes com o software. A LG e a Motorola estavam nessa lista, bem como a Asus.



Se das duas fabricantes já são conhecidos os equipamentos, da tecnológica de Taiwan nada se sabia. Até agora. De acordo com uma fonte próxima à produção do equipamento, o smartwatch da Asus vai chegar em setembro e o elemento diferenciador vai estar no preço.



Enquanto os relógios com Android Wear vão custar entre 200 a 300 dólares, a Asus está convencida de que vai conseguir baixar o preço dos seus equipamentos para 100 e 150 dólares, o equivalente a um intervalo entre os 75 e os 100 euros.



O preço baixo não significará propriamente uma má qualidade de construção, sendo que de acordo com o TechCrunch o relógio terá um ecrã AMOLED.



Quanto à janela de lançamento em setembro e não agora, durante a semana do Google I/O, está relacionada com o desenvolvimento do produto e com o acordo com a tecnológica de Mountain View. Segundo algumas informações, a LG foi obrigada a cumprir uma janela de lançamento, pelo que o relógio não tem sensores para a área de saúde e fitness.



O relógio da Asus pode vir ainda com um sistema de reconhecimento de gestos, o que permitiria executar ações no relógio e no telemóvel apenas movimentando o braço.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.