Com a compra e consequente integração da seção de smartphones da Nokia na Microsoft, o leque de equipamentos com Windows Phone ficou na sua maioria restrito à gama Lumia. Contudo, isso poderá mudar já este ano depois de a Samsung ter manifestado o desejo de regressar ao sistema operativo móvel da Microsoft, com uma condição: um novo acordo para o pagamento de royalties associados a tecnologias usadas pela fabricante nos seus dispositivos com Android, cujas patentes são geridas pela Microsoft. A Samsung já pagou mil milhões de dólares em direitos de utilização de tecnologias patenteadas relativamente ao ano passado, a Microsoft diz que ainda faltam 6,9 milhões.



Foi na primavera de 2014 que a Samsung produziu o último smartphone equipado com Windows Phone, o Windows 8 Samsung ATIV SE - disponível apenas no mercado norte-americano. Pouco tempo depois, as duas empresas entraram em litigio, com a sul-coreana a considerar que a aquisição dos ativos da Nokia pela Microsoft invalidavam os termos dos acordos assinados por ambas e que por isso esses devem ser revistos. O caso permanece na justiça.



Porém, e dada a saturação de equipamentos no mundo Android, a Samsung tem manifestado o desejo voltar a incluir o sistema operativo da Microsoft em alguns dos seus futuros equipamentos, de acordo com fontes do The Korea Times e aumentar assim o número de ofertas, mas só o fará mediante um novo acordo de licenciamento de patentes com a Microsoft.



Caso as duas empresas cheguem a um entendimento, o anúncio de novos equipamentos Samsung com software da Microsoft poderá tirar partido do novo Windows 10, que deverá ser lançado no outono. Recorde-se que a Samsung tem atualmente o seu próprio sistema operativo, o Tizen, desenvolvido em parceria com a Intel, que está neste momento a ser aplicado apenas em smartwatches e televisores.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.