Cada novo smartphone colocado nas lojas é uma oportunidade para a especialista em reparações iFixit comprovar a dificuldade de desmontar e substituir os seus componentes. O mais recente equipamento a ir ao “bisturi” foi o Pixel 3 XL, o novo telemóvel topo de gama da Google, que chega às lojas americanas amanhã, dia 18 de outubro.

Durante o processo de desmontagem, a especialista denotou positivamente a utilização dos parafusos convencionais de sextavada (T3 Torx) e que a sua bateria pode ser removida facilmente, pois está segura por simples adesivos. No entanto, para abrir o smartphone a equipa teve de “lutar” contra adesivos almofadados, utilizados para garantir proteção ao pó e água a fim de receber a certificação IP68.

No interior, os especialistas notaram uma inesperada proteção de metal sobre a motherboard e uma gaveta para o cartão SIM escondido em baixo dos auscultadores, o que significou mais componentes para desaparafusar. E quanto mais fundo “escavava”, mais fitas adesivas eram encontradas para dificultar a vida aos técnicos.

Ainda que a bateria tenha sido retirada com alguma facilidade, um cabo frágil acabou por ser cortado acidentalmente durante o processo. E não foi o único incidente durante a desmontagem do dispositivo. Aquilo que parecia ser uma proteção da motherboard, na parte inferior do smartphone, era na verdade o suporte para o auscultador, que acabou por ser dividido ao meio enquanto tentavam aceder aos componentes em baixo. Para retirar esse auscultador é necessário cortar os adesivos que o protegem da água.

Por fim, quando tentou retirar os painéis do ecrã AMOLED a especialista não só confirmou que são fornecidos pela Samsung, como requerem o mesmo processo de desmontagem do equipamento coreano. Ou seja, para trocar o ecrã será necessário mudar toda a moldura do smartphone.

Assim, a desmontagem e reparação do Pixel 3 XL foram colocadas no mesmo “pote” do Samsung Galaxy Note 9 e nesse sentido obteve 4 em 10 na pontuação da dificuldade. Substituir os ecrãs é demasiado difícil para um smartphone com frente e traseira em vidro frágil, conclui a especialista.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.