Em plena pandemia de COVID-19, a Google anunciou, juntamente com a Apple, uma app de rastreamento da doença. No entanto, os mais recentes smartphones da Huawei, sem acesso aos Google Mobile Services, não vão suportar a API da Google. Na prática, isto significa que os utilizadores da linha de smartphones P40, recentemente lançada em Portugal, e do Mate 30, não poderão recorrer à aplicação para saberem se estiveram próximo de alguém infetado com o novo coronavírus.

A notícia foi avançada pelo TechRadar, que explica que a garantia foi dada pela fabricante chinesa num briefing online à imprensa. Todos os modelos lançados antes de maio de 2019 terão acesso à API das duas gigantes tecnológicas, com a atualização na Google Play Store. O mesmo não acontece com os smartphones que se seguiram ao bloqueio dos Estados Unidos à empresa chinesa.

COVID-19: Google e Apple aliam-se na criação de soluções para prevenir falsos alarmes
COVID-19: Google e Apple aliam-se na criação de soluções para prevenir falsos alarmes
Ver artigo

Em meados de abril, as duas gigantes tecnológicas anunciaram uma parceria que pretende ajudar os cidadãos a gerirem esta nova realidade de pandemia. O objetivo da iniciativa passa por, através da utilização da tecnologia Bluetooth, "ajudar governos e agências de saúde a reduzir a propagação do vírus", sendo a privacidade e segurança do utilizador elementos essenciais, garantem as empresas.

Numa primeira fase ambas as empresas irão lançar APIs que permitem a interoperabilidade entre equipamentos Android e iOS através de apps de autoridades de saúde pública. As aplicações poderão ser transferidas na App Store e na Google PlayStore. Assim que o recurso for integrado no sistema operativo, o utilizador precisa de ativar a API antes de começar a enviar e receber sinais Bluetooth. E se não tiver uma app de assistência médica de suporte nesse momento, ainda terá acesso aos últimos 14 dias de proximidades depois de instalar a aplicação.

Em Portugal, também será lançada uma aplicação que vai permitir que os utilizadores saibam se estiveram próximos de alguém infetado com COVID-19. A app foi apresentada esta segunda-feira e também recorre à tecnologia Bluetooth.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.